Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Morre o patriarca do Grupo Fasano, Fabrizio Fasano

O empresário chegou ao Brasil com dois anos e era parte de da terceira geração do clã

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 24 nov 2018, 16h35 - Publicado em 24 nov 2018, 15h49

O Grupo Fasano divulgou em sua conta no Instagram a morte de seu patriarca, o empresário Fabrizio. Nascido em Milão, em 1935, ele tinha 84 anos.

Fabrizio chegou ao Brasil com dois anos e era parte de da terceira geração do clã. Junto a seu filho, Rogério Fasano, foi responsável pela ampliação dos estabelecimentos da marca.

Hoje, o Fasano conta com restaurantes nas principais capitais do Brasil, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Em outras cidades, como Salvador, Trancoso e Punta Del Este, no Uruguai, o grupo mantém também hotéis.

Fabrizio Fasano será sepultado no Cemitério da Consolação. Conforme informações da assessoria do grupo, não há ainda definição do horário.

View this post on Instagram

É com grande pesar que comunicamos o falecimento do querido Sr. Fabrizio, patriarca da família Fasano. Sua presença, carisma e sorriso serão lembrados com eterna saudade. Desejamos nossos sentimentos a toda família.

A post shared by Fasano Gastronomy & Hotels (@fasano) on

Continua após a publicidade
Publicidade