Saiba quais são os melhores botecos de Campinas

City Bar foi eleito o melhor da categoria pelo júri de VEJA; confira mais endereços

A lista a seguir integra a edição de VEJA COMER & BEBER CAMPINAS 2018/2019, que apresenta os 250 melhores destinos gastronômicos de Campinas, entre bares, restaurantes e endereços de comidinhas.

City Bar

É uma saborosa tarefa listar as razões que fazem o sucesso deste bar do Cambuí, eleito o melhor de Campinas por VEJA COMER & BEBER pela sétima vez. Para começar, o lugar soma cinco décadas de serviços prestados à boemia. O espaço se divide entre o salão interno, estreito e com ambientação fiel à de um legítimo “pé-sujo”, e a “prainha”, repleta de mesas de plástico espalhadas pela calçada, que acolhe campineiros e forasteiros a qualquer hora do dia, mas principalmente na happy hour. Para completar, há que lembrar o atendimento cortês e ao mesmo tempo despojado, feito por profissionais com alguns bons anos de casa, a exemplo de Genésio e Elenildo. A oferta de comes e bebes também segue a cartilha da boa botecagem. As cervejas de 600 mililitros, entre elas Brahma, Antarctica (R$ 10,00 cada uma), Serramalte e Bohemia (R$ 12,00 cada uma), chegam à mesa sempre nas condições ideais de temperatura, enquanto a cozinha sem frescuras prepara dezenas de sanduíches e petiscos mais clássicos. O bolinho de bacalhau, com boa proporção entre batata e quantidade do pescado, é vendido por R$ 7,00 a unidade, ou por R$ 30,00 a porção com dez deles em miniatura. Há, também, as tortas salgadas. Entre elas, estão a de frango com catupiry (R$ 6,80 a fatia e R$ 75,00 a inteira) e a de palmito (R$ 6,80 a fatia e R$ 80,00 a inteira), duas das mais consumidas. As tortas, aliás, são a especialidade do novo endereço, o misto de bar e empório City Tortas, que prepara ainda bacalhoada e vende doces tradicionais portugueses. O estabelecimento funciona perto dali, em um imóvel avarandado que fica no número 73 da mesma avenida da casa-mãe. Avenida Júlio de Mesquita, 450, Cambuí, ☎ 3252-5296 (120 lugares). 6h/1h (fecha dom.). Aberto em 1958.

Alzirão Empório Bar

Depois de uma reforma, o bar ganhou mesas na calçada. Nessa área ao ar livre, boa pedida é a linguiça de Bragança, que pode vir assada em formato caracol e servida na chapa quente com pimenta-biquinho (R$ 42,80). Já a porção mió de bão traz cubos de alcatra empanados, mergulhados no molho de tomate, cobertos de mussarela e gratinados com parmesão (R$ 59,90). Entre as cervejas, a Heineken custa R$ 12,50 (600 mililitros). Rua Francisco de Barros Filho, 432, Barão Geraldo, ☎ 3579-9040 (120 lugares). 16h30/0h (dom. até 22h; fecha seg.). Aberto em 2012.

Américo

A casa é famosa por seus espetinhos de produção própria, como o de picanha (R$ 7,90) e o de linguiça apimentada (R$ 5,90). Ambos chegam à mesa acompanhados de farofa e vinagrete. Além disso, há lanches no pão francês em corte boca de anjo, como o que leva linguiça de frango, queijo de coalho, requeijão, rúcula e vinagrete (R$ 28,00). Heineken e Original (R$ 13,50, 600 mililitros) são algumas das bebidas mais pedidas. De segunda a quinta, o bar oferece happy hour, e por R$ 59,00 os clientes se servem à vontade até as 21h de cerveja, caipirinha, batata frita, mandioca e dez tipos de espeto. Rua Américo Brasiliense, 182, Cambuí, ☎ 2519-0967 (60 lugares). 11h30/15h e 18h/0h (sáb. sem intervalo até 0h; fecha dom.) Aberto em 2015.

Bar Azul

Sob nova direção, o tradicional bar apresenta um cardápio renovado. Entre as novidades está o bolinho de bacalhau (R$ 41,00 a porção com oito), que também é servido por unidade (R$ 9,90). O pastel de carne (R$ 5,90) é dos graúdos. Para beber, além do chope Brahma (R$ 7,90), há várias marcas de cerveja (Heineken, R$ 13,00; Original, R$ 13,90). Aos sábados há feijoada à la carte, que vem na cumbuca e chega acompanhada de couve refogada, arroz, farofa, vinagrete, torresmo e laranja (R$ 39,90). Rua Coronel Quirino, 1768, Cambuí, ☎ 32516888 (120 lugares). 17h/1h (sáb. 11h/1h; fecha dom.). Aberto em 1954.

Bar do Cação

O campeão de pedidos na casa é o cam arãorosa empanado servido ao lado de cubos de mussarela empanados e batata frita (R$ 18,90), que pode ser acompanhado do chope Stella Artois (R$ 8,90). Outro prato famoso, o escondidinho de carne-seca vem coberto de purê de batata, mussarela e catupiry (R$ 32,90). A cada semana, são vendidos cerca de 40 quilos de pernil, assado e temperado na casa. O corte recheia o sanduíche com tomate, cebola, azeitona e mussarela, no pão francês cortado em boca de anjo (R$ 27,90). Avenida Doutor Armando Sales de Oliveira, 55, Taquaral, ☎ 32557346 (80 lugares). 16h/23h (sáb. 12h30/23h; fecha dom.) Aberto em 1995.

Bar do Carioca

A tradicional casa é conhecida por sua cozinha inventiva, de onde sai a porção de camarão recheado com mussarela e catupiry empanado com doritos (R$ 37,90, com sete unidades) e as almôndegas ao molho de tomate cobertas de mussarela (R$ 35,00, porção com doze unidades). Capaz de saciar a fome de duas pessoas, o frango chapado vem em pedaços de filé temperados com cebola, tomate e manjericão, ao lado de uma porção de torresmo (R$ 51,90). Para beber, o gim-tônica custa R$ 29,00. Rua Erasmo Braga, 1067, Castelo, ☎ 3212-0968 (150 lugares). 17h/23h (sáb. e feriados 12h/23h; fecha dom.) Aberto em 1983.

Bar do Nicola

A brazuca é uma porção de polpeta recheada com cream cheese e pimenta-biquinho, servida com a maionese da casa (R$ 46,90 com dez unidades). Para acompanhá-la, vale pedir o chope IPA da cervejaria campineira Landel (R$ 9,90), bem tirado, que chega geladinho às mesas. Rua Dona Maria Umbelina Couto, 644, Taquaral, ☎ 3305-9155 (100 lugares). 17h/0h (sáb. 12h/23h, fecha dom. e seg.). Aberto em 2012.

Bar do Saulo

Esse antigo armazém de secos e molhados atrai a clientela graças aos sanduíches e salgados. Da cozinha saem itens como o lanche de costela especial (baguete, costela, mussarela, provolone, gorgonzola, azeitona chilena, rúcula e vinagrete, R$ 25,00) e o croquete quadradinho (R$ 23,00 a porção com oito unidades), sem contar os dezenove recheios de coxinha. Um exemplo é a dupla carne-seca com mussarela (R$ 6,50 a unidade). Para beber, há mais de cinquenta rótulos de cachaça. Avenida Guarani, 341/345, Jardim Guarani, ☎ 3325-5860 (96 lugares). 17h/0h (sáb. 12h/0h; fecha dom.). Aberto em 1959.

Bar do Soares

Eleito o melhor boteco na edição de VEJA COMER & BEBER Campinas anterior, apresenta boas porções, como as de croquetinho de carne e a de coxinha de frango com gorgonzola (R$ 32,90, com doze unidades) Fazem sucesso também os lanches cortados em formato boca de anjo, como o de rabada desfiada com catupiry, queijo gouda, mussarela e rúcula (R$ 31,90). Para acompanhar, a caipirosca de morango custa R$19,80. Rua General Setembrino de Carvalho, 369, Ponte Preta, ☎ 3232-1095 (100 lugares). 17h/23h30 (fecha dom.). Aberto em 1991.

Bar Sociedade

Apaixonados por vinil se deliciam com os mais de 1 300 LPs expostos na decoração. Para matar a fome, o lanche de pernil com mussarela, gorgonzola, tomate, rúcula e alho frito (R$ 29,50) reina absoluto. Também fazem sucesso as porções de croquete (R$ 30,00, com doze unidades) e a de frango à passarinho com mandioca frita (R$ 45,00). Da geladeira, saem as cervejas Heineken, Eisenbahn e Original (R$ 12,90 cada uma). Rua Doutor Sampaio Ferraz, 447, Cambuí, ☎ 99999-6653 (200 lugares). 17h/1h (fecha dom. e seg.). Aberto em 2005.

Bar do Vadico

Prestes a completar setenta anos, o botecão, que só abre as portas para o almoço, está sob a administração da terceira geração da família. As porções de tilápia frita (R$ 32,90) e de fraldinha na mostarda (R$ 36,90) são as campeãs de pedidos. O almoço executivo também é famoso. São 35 opções por dia, entre elas a de berinjela à parmigiana (R$ 21,90). Chegam geladas às mesas a cerveja Heineken (R$ 12,00) e a caipirosca de limão (R$ 17,00). Avenida Washington Luiz, 163, Ponte Preta, ☎ 3368-9500 (60 lugares). 8h/15h (fecha dom.) Aberto em 1949.

Bar do Wili

Reaberto em outubro de 2017 em novo endereço, o bar tem como um dos petiscos o faláfel (bolinho de grão-de-bico acompanhado de molho de vegetais, R$ 12,00). Das bebidas, o copo de Negroni (Campari, vermute e gim) sai por R$ 12,00. Aos sábados há rock, folk e blues ao vivo. Rua Dona Joana de Gusmão, 215, Guanabara, ☎ 3324-7125 (100 lugares). 17h/2h (dom. 15h/0h; fecha seg. e ter.). Aberto em 2010.

Boteco Formol

A cada mês, o cardápio incorpora três lanches novos. Fixo mesmo é apenas o formol burger, preparado com carne, bacon, mussarela, vinagrete e molho barbecue (R$ 28,00). Campeã de pedidos, a costela barbecue vai à mesa com molho barbecue de goiaba e batata rústica (R$ 45,00). O chope Berggren (R$ 10,00), feito em Campinas, sai geladinho da torneira. Avenida Engenheiro Artur Segurado, 86, Jardim Leonor, ☎ 3368-3101 (180 lugares). 18h/1h (fecha dom. e seg.). Aberto em 2007.

Boteco Vidottinho

Sempre movimentada, a varanda é um bom ambiente para quem chega a este que é um dos botecos mais novos na cidade. Entre as opções do cardápio, a coxinha aparece em várias versões, como a feita com massa de mandioca e alho-poró, recheada com costela e queijo meia-cura (R$ 9,90). A empada aberta com recheio de bobó de camarão com catupiry custa R$ 13,90. Dos bons sanduíches cortados em formato boca de anjo, o de cupim com vinagrete, mussarela e rúcula sai por R$ 30,90. Para beber, o drinque da casa leva gim, licor e suco de laranja, cereja e especiarias (R$ 27,90). Rua Emílio Ribas, 887, Cambuí, ☎ 33258882 (120 lugares). 17h/2h (sáb. 12h/2h; dom. 16h/0h). Aberto em 2017.

Botequim da Zepha

O nome da casa é uma homenagem ao armazém da Zepha, que, na década de 30, ocupou o mesmo espaço. Hoje, destaca-se no cardápio a porção de linguiça especial caseira e acebolada, que leva fatias de queijo meia-cura na chapa mais melado de cana, alho frito, mostarda agridoce, pão francês e farofa de torresmo (R$ 47,90, para até quatro pessoas). Para beber, há quarenta tipos de cerveja artesanal, como a Mafiosa American IPA (R$ 27,50 o copo de 500 mililitros). Para quem prefere os destilados, a caipirinha de limão com melado de cana e canela custa R$ 19,50. Às quintas e aos sábados, há jazz, bossa nova e MPB ao vivo. Rua Uruguaiana, 1266,  Bosque, ☎ 99200-6639 (80 lugares). 17h/23h (sáb. a partir das 15h; fecha dom. e seg.). Aberto em 2012.

Buteco do Jair

Camarão com catupiry, fraldinha na mostarda, pernil com provolone e costela com mussarela estão entre os novos recheios da tradicional coxinha, feita com massa de mandioca. Ao todo, são trinta opções do salgado, com preços que variam de R$ 7,90 a R$ 9,90. Para bebericar, a caipimusa mistura cachaça curtida com banana e morango (R$ 21,90). Todas as noites há música ao vivo, que varia de samba a MPB (couvert artístico de R$ 5,00 a R$ 12,00). Rua Eduardo Modesto, 212, Barão Geraldo, ☎ 33084825 (200 lugares). 18h/0h (sex. e sáb. até 1h; fecha dom. e seg.). Aberto em 1989.

Candreva

O sanduíche de pernil, preparado na baguete com molho inglês, cebola e pimentão, sai por R$ 19,90, enquanto a boa porção de meio quilo (!) de torresmo custa R$ 28,90. Para acompanhar os petiscos, vai bem o coquetel o executivo, com gim importado, limão- siciliano, hortelã, soda e gelo (R$ 27,50). Avenida Monte Castelo, 23, Jardim Proença, ☎ 3232-7361 (174 lugares). 10h/23h (dom. 9h/16h; fecha seg.) Aberto em 1964.

Empório do Nono

Receitas como o parmigiana com tagliolini artesanal puxado na manteiga (R$ 43,80), uma das especialidades do cardápio, aguçam o paladar neste veterano bar. Para beber, há chope Brahma (R$ 8,20 o claro e R$ 9,90 o black) bem tirado. Às segundas e quintas há música ao vivo: chorinho para começar a semana e samba mais MPB para encerrá-la. Avenida Albino J. B. Oliveira, 1128, Barão Geraldo, ☎ 3289-0041 (155 lugares). 11h20/23h30 (sex. e sáb. até 0h30; dom. 11h20/16h). Aberto em 1999.

Eskina Bar

O bolinho de bacalhau (R$ 6,90 a unidade) divide a preferência dos frequentadores com os espetinhos, entre os quais o de queijo de coalho com mel de engenho e o de provolone à milanesa com mel de engenho (R$ 7,90 cada um). Para beber há chope pilsen e de trigo da Baden Baden e da Eisenbahn (R$ 9,90 a caneca com 440 mililitros). Rua Horácio Leonardi, 12, Barão Geraldo, ☎ 3722-5237 (200 lugares). 16h30/0h (qui. a sáb. até 1h30). Aberto em 2008.

Facca Bar

Costela desfiada, queijo prato e ciboulette, deliciosamente arranjados em pão cortado em boca de anjo, compõem o sanduíche, que é um dos prediletos dos frequentadores (R$ 32,00), Para duas pessoas, a porção de filé-mignon com palmito e banana ao molho branco (R$ 53,00) faz bom par com o chope Brahma (R$ 8,20) ou a cerveja artesanal Burgman IPA (R$ 9,70, com 330 mililitros). Rua Conceição, 157, Centro, ☎ 3232-0970 (120 lugares). 11h/0h (fecha dom.). Aberto em 2006.

Hocca Bar

Filial do tradicional bar que funciona desde 1952 no Mercado Municipal de São Paulo, a casa tem no bolinho de bacalhau (R$ 30,00 a unidade com 300 gramas) e no bem servido sanduíche de mortadela com queijo prato, orégano e tomate seco (R$ 36,00, com 450 gramas) seus astros principais. Outro sanduíche que faz sucesso é o antigão, com pernil, provolone, molho de tomate e pimentão (R$ 40,00). De segunda a sexta, das 17h às 20h, há happy hour com petiscos a preços promocionais e bebidas em dobro. Shopping Iguatemi, ☎ 3295-0186 (450 lugares). 11h30/22h (sex. e sáb. 11h30/23h30; dom. 11h/22h). Aberto em 2018.

Lumen Christ

O ano de abertura deste bar de esquina é incerto. Mas há quase cinco décadas atrai um público que busca ambiente simples, cerveja gelada e bons petiscos. O mais famoso deles é a panceta (R$ 3,00 a unidade), exibida na estufa. Da seleção dos mais pedidos também fazem parte a porção de isca de frango com gorgonzola (R$ 34,90) e o sanduíche de linguiça caipira, mussarela, ovo, cebola e tomate (R$ 19,90). Nos copos dos cervejeiros, a Heineken custa R$ 11,99. Rua Pereira Barreto, 16, Chácara da Barra, ☎ 99136-2635 (80 lugares). 11h/22h (fecha dom.). Aberto a partir de 1970.

Mortadella e Companhia

O embutido que dá nome à casa aparece em cinco receitas de sanduíche. Uma delas vem com 350 gramas de mortadela dentro da baguete, com cheddar, tomate seco e rúcula (R$ 28,90). Para acompanhar, a caipirinha, feita com cachaça Salinas, custa R$ 18,00. O cardápio traz novidades para os vegetarianos, como o lanche servido na baguete integral, recheado com pesto de azeitona, rúcula, cebola, tomate seco, berinjela grelhada, mussarela e manjericão (R$ 20,90). Rua Teresa Zogbi Geraij Mokarzel, 52, Barão Geraldo, ☎ 0800-7773114 (35 lugares). 17h/23h (sex. e sáb. até 23h30; fecha dom.). Aberto em 2012.

Nosso Bar

Há um ano sob nova direção, o bar passou por reforma e mudança no cardápio. Uma das novidades é o balcão com 25 lugares, onde os frequentadores podem experimentar a porção de croquete de abóbora com carneseca acompanhado de vinagrete (R$ 22,00). A cesta de minipastéis nos sabores queijo, carne e calabresa com molho vinagrete (R$ 17,00, com seis unidades) vai bem com o chope pielsen artesanal da Cervejaria Campinas (R$ 8,90). Aos sábados, para acompanhar a feijoada (R$ 21,00 a porção individual), há MPB e rock nacional, com voz e violão ao vivo. Rua Barão de Jaguara, 988, boxe 2 (Mercado Campineiro), Centro, ☎ 3236-1343 (25 lugares). 9h/21h (sáb. até 18h; fecha dom.). Aberto em 2003.

Pirajú Botequim

Inaugurada em outubro de 2017, a casa serve porções como a de cupim com queijo de coalho (R$ 31,70, para até quatro pessoas). Outra pedida é o croquete pirajú, recheado com costela bovina (R$ 27,90), e o lanche porquinho, cortado no estilo boca de anjo, que leva joelho de porco marinado com alho, cebola, vinagrete, mussarela e rúcula (R$ 27,90). Para beber, a caipirinha pirajú leva limão, caju e rapadura (R$ 19,90). Rua Pirajú, 43, Jardim Leonor, ☎ 3203-2272 (154 lugares). 17h/23h30 (sáb. a partir das 11h; dom. 11h/18h). Aberto em 2017.

Ponto 1

Em funcionamento há quarenta anos, o boteco atrai o público, entre outras coisas, graças à porção que traz 1 quilo de drumete (a “coxinha” da asa de frango) frito com molho picante (R$ 37,00). Entre as novidades do cardápio, o lanche que vem no pão bola com hambúrguer de linguiça (180 gramas), provolone, rúcula e tomate, acompanhado de vinagrete, custa R$ 18,00. Para beber, o chope artesanal da casa sai por R$ 12,00 (400 mililitros). Rua Eduardo Modesto, 54, Barão Geraldo, ☎ 3289-2378 (70 lugares). 17h30/0h (fecha dom.). Aberto em 1978.

Preste Atenção

Campeã de pedidos, a porção de 500 gramas de torresmo (R$ 24,00) cai bem com a caipirinha (R$ 19,00). Para os mais famintos, o sanduíche de bacalhau, provolone, azeitona preta, tomate e rúcula no pão francês custa R$ 29,00. A sardinha empanada (R$ 20,00, com quatro unidades) pode ser acompanhada de cerveja Amstel (R$ 10,00). Rua Barão Geraldo de Resende, 52, Vila Itapura, ☎ 3232-7613 (80 lugares). 11h/1h (fecha seg.). Aberto em 1986.

Quiosque da Horta

Rodeados de redes e mesas que se espalham pela calçada, os clientes aproveitam a sombra para relaxar, enquanto pedem porções como a de panceta com alho frito e queijo ralado (R$ 30,00, para duas pessoas). Para bebericar, as cervejas Amstel (R$ 11,00) e Heineken (R$ 13,00) estão disponíveis em garrafas de 600 mililitros. Rua Doutor José Ferreira Camargo, 1221, Jardim Planalto, ☎ 99686-7450 (120 lugares). 11h30/22h (fecha dom.). Aberto em 2011.

Rei do Joelho

O tradicional joelho de porco assado à pururuca, com batata e cebola (R$ 56,00), chega à mesa fatiado. A novidade da cozinha é a porção que reúne três tipos de minissalsicha alemã, batata assada e molho de mostarda com mel (R$ 39,00, para três pessoas). Outra recém-chegada é a coxinha com recheio de joelho de porco, pimenta e catupiry (R$ 6,00 a unidade). Para beber, a cerveja Colorado custa R$ 23,00. Rua Doutor Oswaldo Cruz, 151, Guanabara, ☎ 32552017 (60 lugares). 16h/23h (sáb. 11h/16h; fecha dom. e seg.). Aberto em 1992.

Seu Vidotti

Nos fins de semana, bandas de rock se apresentam no palco (o couvert artístico custa R$ 15,00). Para compartilhar, a porção de calabresa na chapa com tomate e cebola, finalizada na cachaça e acompanhada de cesta de pães, vale R$ 29,90 (para duas pessoas). O sanduíche de costela desfiada com molho barbecue, bacon, queijo provolone e rúcula (R$ 28,90) é servido na baguete. A caipirosca de banana e limão sai por R$ 22,90. Estrada Municipal Francisco João Perissinotto, Parque Imperador, ☎ 98101-0243 (100 lugares). 17h/0h (sex. até 3h; sáb. 12h/3h; fecha dom.). Aberto em 2011.

Tonico’s Boteco

O samba embala as noites de segunda a sexta. Para seguir o ritmo, o drinque que leva tangerina e maracujá, vodca, cardamomo, gelo e açúcar custa R$ 20,90. Se a fome apertar, o lanche servido na baguete, recheado de filé-mignon, pasta de azeitona, presunto, provolone e bacon, cortado tipo boca de anjo (R$ 28,90), é uma boa opção. Campeão de pedidos, o lanche que vem na baguete com rosbife, provolone e azeitona preta, cortado em boca de anjo (R$26,90), é o preferido da clientela. Rua Barão de Jaguara, 1373, centro, ☎ 3236-1664 (200 lugares). 11h/15h e 17h/1h (fecha dom.) Aberto em 2001.

*Os preços e demais informações foram apurados entre os meses de março e maio de 2018.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s