Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Alethea Suedt, d’A Padeira, planta trigo e mói os grãos na padaria

O próximo passo da profissional é usar em seus produtos o insumo da lavoura que beneficia em Piracaia, no interior

Por Gabrielli Menezes 2 ago 2019, 07h00

Na VEJA SÃO PAULO desta semana, contamos as histórias de sete profissionais que se dedicam a preparar pães artesanais usando a força da fermentação natural. Conheça Alethea Suedt, que investe na produção desde o plantio no campo para garantir bons resultados à frente d’A Padeira.

Alethea Suedt não chega sozinha à loja A Padeira, na Vila Madalena. O fermento, seu parceiro, vai e volta de carona com ela, dentro de um pote. “Preciso alimentá-lo três vezes por dia”, explica Alethea.

O processo de adicionar farinha e água ao levain para potencializá-lo e aumentar seu volume é essencial para que ela prepare suas ótimas e belas receitas — a experiência adquirida por Alethea em sua profissão anterior, designer de joias, a ajuda a manter o zelo pelo visual de cada peça.

Nosso pão (33 reais o quilo): farinha moída na casa Romero Cruz/Veja SP

No nosso pão (33 reais o quilo), com ela na foto ao lado, vai farinha orgânica integral moída na casa. O próximo passo é ter trigo próprio. Para isso, ela beneficia um pequeno produtor de trigo em Piracaia. “Quero estar perto de quem faz. O pão começa no campo”, conta. Embora o estabelecimento abra em horário reduzido, público não falta.

A Padeira. Rua Isabel de Castela, 426, Vila Madalena, tel. 3034-314. Quarta a sexta, das 15h às 18h ou até o último pão.

Continua após a publicidade
Publicidade