Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Blog da Vejinha Por Blog Novidades, curiosidades e promoções

Dez coisas irritantes que o Facebook herdou do Orkut

Por Leonam Bernardo A sentença oficial saiu no início deste mês, pelo Ibope: o Orkut foi, finalmente, ultrapassado pelo Facebook em números de usuários no Brasil. Os dados indicam que, em agosto, a rede social de Mark Zuckerberg chegou a 30,9 milhões de visitas únicas, enquanto o Orkut ficou com 29 milhões. + Os 5 […]

Por VEJASP Atualizado em 27 fev 2017, 13h01 - Publicado em 21 set 2011, 21h09

Por Leonam Bernardo

Orkutizaram o Facebook: mantenha a calma (Foto: Thinkstock)

A sentença oficial saiu no início deste mês, pelo Ibope: o Orkut foi, finalmente, ultrapassado pelo Facebook em números de usuários no Brasil. Os dados indicam que, em agosto, a rede social de Mark Zuckerberg chegou a 30,9 milhões de visitas únicas, enquanto o Orkut ficou com 29 milhões.

+ Os 5 verbos mais feios da era da internet
+ As 10 Coisas Mais Irritantes do Twitter (segundo famosos)
As 10 Coisas Mais Irritantes do Twitter (versão dos leitores)

Os números comprovam um movimento percebido há algum tempo: a galera do Orkut migrou, mesmo, para o Face, com direito a joguinhos, correntes e fotos na frente de espelhos. A máxima, enfim, tornou-se verdade: você pode ter saído do Orkut, mas o Orkut não saiu de você.

A seguir, uma lista com dez coisas que colaboram com a orkutização do FB:

1. “O que devo fazer hoje?”
Que tal começar sem postar essas coisas no seu mural?

2. Brincadeirinhas (ou “a coisa mais boba do mundo”)
“Olhe para os amigos que estão nas fotos ao lado e monte o elenco de sua novela mexicana.” Coisas do tipo têm pipocado em nossos murais nos últimos meses. Qualquer semelhança com os joguinhos das fatídicas comunidades do Orkut não é, obviamente, mera coincidência.

3. Postagens de signos
OK, você acredita na influência dos astros e estrelas em sua vida. Mas publicar DIARIAMENTE o que seu horóscopo promete parece um pouco exagerado, convenhamos. Faz assim: quando a Susan Miller soltar algo bombástico sobre o seu signo, você conta para os amigos. E isso é só uma vez por mês.

4. Desenhos feitos com caracteres
Se pelo menos o sujeito tivesse passado horas elaborando aquele ursinho feito com números e letras, vá lá, até justificaria postar o bicho na timeline da galera. Mas não. Ele simplesmente copiou de alguém que, muito provavelmente, também importou a “arte” do Orkut.

5. Correntes
“Cole isso no mural de 192.312.512 amigos para que o seu sonho se realize em tantas horas.” Gente, sério: não façam mais esse tipo de coisa. Modos.

6. Fotos no espelho
Reparou na quantidade de gente que tem aparecido com esse “estilo” de imagens no Facebook? Cliques no espelho do shopping, na balada, no banheiro de casa… Conclusão: a menos que você seja a Scarlett Johansson, evite tirar e, principalmente, postar fotos assim.

7. Publicações de joguinhos
Sim, os jogos já existiam no Facebook. Mas a turma do Orkut abraçou tanto a causa que não hesita nem um pouco em mandar convites e solicitações aos amigos. Além, é claro, de publicar tudo o que acontece em sua fazendinha, cidadezinha ou qualquer-coisinha do tipo.

Continua após a publicidade

8. Gente de outros carnavais (ou micaretas)
É um movimento que ganhou força nos últimos meses: pessoas que, sabe-se lá por que, você um dia adicionou no Orkut e que agora também te encontrou no Facebook. Neste caso, temos, basicamente, duas opções: ignorar o convite de amizade — você provavelmente não vai mais encontrar essa gente, mesmo — ou aceitar e imediatamente ocultar as publicações deles em seu mural.

9. Convites, convites e mais convites
Para festas, chás de bebê, eventos fechados e ao ar livre, casamentos de príncipes e funerais, e marchas, protestos, passeatas, carreatas e manifestações. Eles não foram necessariamente importados do Orkut, mas que estão orkutizados, estão.

10. Sua vida não é TÃO interessante assim…
…para que você publique em tempo real tudo o que faz. Contar o que comeu, que passeou com o cachorro ou assistiu a “Malhação” são informações altamente dispensáveis, mesmo que você seja o Neymar. E mais: ao contrário do mundo real (lembra dele?), dizer “bom dia”, “boa tarde” e “boa noite” TODOS OS DIAS nas redes sociais não é sinal de educação. É ser chato.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês