Imagem Blog

Tudo de Som Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Novidades da música, clipes, entrevistas, artistas, listas e shows, por Tomás Novaes.
Continua após publicidade

Osesp anuncia nova temporada para 2023, ‘Sem Fronteiras’

“A pandemia mudou o mundo, e nós acreditamos que a música fala para todos”, diz o maestro titular, Thierry Fischer

Por Tomás Novaes
30 set 2022, 06h00

“A ciência nos salvou do vírus. A música nos salva de nós mesmos. E aqui estamos, então, mais uma vez, prontos para embarcar numa nova temporada e sem receio de romper fronteiras, reais ou imaginárias”, escreve Arthur Nestrovski, diretor artístico da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), no texto de introdução da Temporada 2023, Sem Fronteiras.

+ Montagem inédita de clássico de Sergei Prokofiev estreia no Teatro Municipal

Com abertura marcada para 2 de março do ano que vem, o próximo capítulo da orquestra é dedicado a completar o movimento iniciado na temporada atual: a retomada dos concertos no pós-pandemia.

O número de assinantes do programa da Osesp, que caiu nos últimos dois anos de 7 900 para os atuais 5 600, voltou a crescer em 2022, tendência que a nova temporada busca manter com as mais de 150 apresentações, distribuídas em 32 programas — somando-se a orquestra, o Coro e o novo Quinteto, em ano sabático do tradicional Quarteto Osesp.

Continua após a publicidade
Imagem mostra homem grisalho de terno, sorrindo para a câmera. Ao fundo, um salão de concertos
O suíço Thierry Fischer: maestro titular e diretor musical. (Mariana Garcia/Divulgação)

Entre os destaques da nova temporada, a série especial Violoncelo em Foco, com nomes como o francês Gautier Capuçon e a israelense Inbal Segev, o ciclo Rachmaninov 150 anos, com nove obras do compositor romântico russo pelo pianista britânico Stephen Hough, o Artista em Residência da Temporada, e a maratona Beethoven-Fest, que recria o concerto de 1808 no qual estrearam a Quinta e a Sexta sinfonias do compositor alemão.

“A pandemia mudou o mundo, e nós acreditamos que a música fala para todos, em todas as idades, em qualquer cultura, em qualquer lugar”, diz o maestro titular e diretor musical da Osesp, Thierry Fischer, que escolheu a Sinfonia nº 3 de Gustav Mahler para abrir a Temporada 2023. “A universalidade dessa composição, com o tema da natureza, é um símbolo importante para esta temporada”, afirma.

Continua após a publicidade

+Assine a Vejinha a partir de 9,90. 

Publicado em VEJA São Paulo de 5 de setembro de 2022, edição nº 2809

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.