Imagem Blog

Tudo Sobre Cinema

Continua após publicidade

Os melhores filmes de Mike Nichols, que morreu aos 83 anos

Um ataque cardíaco tirou de cena, aos 83 anos, o diretor Mike Nichols. A notícia da morte do cineasta foi comunicada à imprensa em nota da ABC News – Nichols era casado com Diane Sawyer, apresentadora da emissora. Nascido na Alemanha, Nichols fugiu dos nazistas com a família, em 1939. Nos Estados Unidos, fez uma […]

Por Miguel Barbieri Jr.
Atualizado em 26 fev 2017, 23h04 - Publicado em 20 nov 2014, 12h34

Um ataque cardíaco tirou de cena, aos 83 anos, o diretor Mike Nichols. A notícia da morte do cineasta foi comunicada à imprensa em nota da ABC News – Nichols era casado com Diane Sawyer, apresentadora da emissora. Nascido na Alemanha, Nichols fugiu dos nazistas com a família, em 1939. Nos Estados Unidos, fez uma bela carreira no teatro, na TV e no cinema.

Quer ter informações diárias sobre cinemas? Venha conhecer e curtir minha a página do blog no FacebookE me siga no Twitter!

Mike Nichols morreu aos 83 anos

Mike Nichols morreu aos 83 anos

Nichols é um dos poucos realizadores a receber os principais prêmios do mundo artístico: Emmy (TV), Grammy (música), Oscar (cinema) e Tony (teatro). Como meu blog é de cinema, sinto a perda do diretor que fez filmes memoráveis desde a década de 60.

Continua após a publicidade

Embora tenha dado umas escorregadelas, em longas-metragens como Uma Segunda Chance (1991) e Lobo (1994), prefiro lembrar de Nichols atrás das câmeras em Quem Tem Medo de Virginia Woolf? (1966), sua estreia no cinema, e A Difícil Arte de Amar (1986).

Em 2007, o cineasta realizou seu derradeiro trabalho, Jogos do Poder, que, eu, particularmente, não gosto muito. Relembre abaixo seus filmes mais importantes.

Quem Tem Medo de Virginia Woolf? (1966): um encontro estupendo entre Elizabeth Taylor e Richard Burton

Quem Tem Medo de Virginia Woolf? (1966): um encontro estupendo entre Elizabeth Taylor e Richard Burton

Continua após a publicidade
Anne Bancroft e Dustin Hoffman em A Primeira Noite de um Homem: primeiro sucesso da carreira

Anne Bancroft e Dustin Hoffman em A Primeira Noite de um Homem (1967): primeiro sucesso da carreira

Cinderela, novo filme da Disney, ganha data de estreia e trailer. Assista!

Ânsia de Amar (1971): Ann-Margret e Jack Nicholson num clássico dos anos 70

Ânsia de Amar (1971): Ann-Margret e Jack Nicholson num clássico dos anos 70

Continua após a publicidade
Silkwood: O retrato de uma coragem (1983): Meryl Streep em personagem real

Silkwood: O retrato de uma coragem (1983): Meryl Streep em personagem real

A Difícil Arte de Amar (1986): Jack Nicholson e Meryl Streep em uma história inspirada em fatos reais

A Difícil Arte de Amar (1986): Jack Nicholson e Meryl Streep em uma história inspirada em fatos reais

Saiba quem é o homem mais sexy de 2014 segundo a revista People

Uma Secretária de Futuro (1988): Melanie Griffith e Harrison Ford embalados pela música de Carly Simon

Uma Secretária de Futuro (1988): Melanie Griffith e Harrison Ford embalados pela música de Carly Simon

postcards-from-the-edge

Lembranças de Hollywood (1990): novamente Meryl Streep, agora acompanhada de Shirley MacLaine

A Gaiola das Loucas (1996): Nathan Lane e Robin Williams numa comédia melhor do que o original francês

A Gaiola das Loucas (1996): Nathan Lane e Robin Williams numa comédia melhor do que o original francês

Continua após a publicidade
Closer: Perto Demais (2004): Julia Roberts e Jude Law num grande momento de Mike Nichols

Closer: Perto Demais (2004): Julia Roberts e Jude Law num grande momento de Mike Nichols

Nove artistas que usaram nariz postiço para compor um personagem

+ Por onde os atores que interpretaram Totó em Cinema Paradiso?

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.