Imagem Blog

São Paulo nas Alturas

Por Raul Juste Lores
Redator-chefe de Veja São Paulo, é autor do livro "São Paulo nas Alturas", sobre a Pauliceia dos anos 50. Ex-correspondente em Pequim, Nova York, Washington e Buenos Aires, escreve sobre urbanismo e arquitetura
Continua após publicidade

Antes do Minhocão, prédio de quitinetes dos anos 50 era cobiçado no centro

O edifício de Franz Heep traz corredores com elementos vazados para garantir luz e ventilação

Por Raul Juste Lores
Atualizado em 12 abr 2019, 12h20 - Publicado em 12 abr 2019, 06h00

O transporte público não era bom e os empregos estavam concentrados na região central. Em troca de morar perto de tudo, os compradores topavam imóveis diminutos. Nos anos 1950, em pleno boom populacional, as quitinetes fizeram furor. O alemão Franz Heep, perfeccionista formado sob as regras da Bauhaus, desenhou dez edifícios de quitinetes, como o Araraúnas, de 1953 (muito antes de surgir o Minhocão ali). Os corredores do prédio têm elementos vazados para garantir luz e ventilação também nos fundos das unidades. O volume saliente na fachada lateral dá privacidade e ventilação aos banheiros. Um pequeno terraço — hoje envidraçado sem harmonia por muitos moradores — protegia a sala do sol intenso.

Vista do Minhocão para o Edifício Araraúnas
Edifício Araraúnas: conjunto de quitinetes, construído em 1953, bem antes do Minhocão (Duda Breda/Veja SP)

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 17 de abril de 2019, edição nº 2630.

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.