Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Youtuber reclama de “humilhação” ao pedir diária grátis em hotel

"Se eu deixar você ficar aqui em troca de exposição, quem vai pagar pelas pessoas que cuidarão do seu quarto?", escreveu o dono do hotel

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 19 jan 2018, 16h59 - Publicado em 19 jan 2018, 16h58

Uma youtuber viveu um “climão” ao pedir hospedagem grátis em um hotel de Dublin, na Irlanda. A inglesa Elle Darby, de 22 anos, sugeriu ao dono do estabelecimento que o valor da diária fosse trocado por divulgação em seu canal bombado do YouTube. Paul Stenson, o dono do Charleville Lodge Hotel, não só negou o pedido como publicou um post demolidor na internet sobre o caso.

Elle pediu uma “possível colaboração” com acomodação grátis para ela e o companheiro dela, que planejavam comemorar o Valentine’s Day, que equivale ao nosso Dia dos Namorados. “Eu adoraria mostrar seu hotel no meu canal do YouTube, com 87.000 seguidores, e no meu Instagram, com 76.000 fãs. Isso aumentará o tráfego no seu hotel”, escreveu, no e-mail.

O que ela não esperava era a maneira ríspida como o dono do hotel respondeu o pedido. Além de ter mostrado desprezo completo em relação a Elle, ele decidiu “banir influenciadores” do estabelecimento.

“Muito obrigado por seu e-mail com o pedido de troca de diárias grátis por exposição na internet. É preciso muita coragem para escrever um e-mail desses, muita falta de respeito próprio e dignidade. Se eu deixar você ficar aqui em troca de exposição, quem vai pagar pelas pessoas que cuidarão do seu quarto? E quem pagará os funcionários do hotel? Os garçons que servem o café da manhã? A recepcionista que fará seu check-in? E a água usada para lavar suas roupas de cama sujas?”, escreveu.

E continuou: “Talvez eu deva avisar minha equipe de que, em troca do trabalho, eles aparecerão em um vídeo seu.”

O post do dono do hotel foi recebido com opiniões divididas. Alguns o acusaram de fazer “bullying” enquanto outros acusaram a youtuber de ser uma “menina mimada”. Pouco depois da polêmica, Elle publicou um vídeo em que chora e desabafa. “Fui exposta e humilhada”, disse. No vídeo, afirmou que pessoas com mais de 30 anos “não fazem a menor ideia de como as redes sociais funcionam.

Depois de receber comentários negativos dos fãs da youtuber, o dono do hotel decidiu banir do seu estabelecimento todo tipo de blogueiro. “Eles aprenderam a ter tudo de mão beijada. Não é assim que funciona”, disse.

https://www.youtube.com/watch?v=g8zElbN2_hg

Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês