Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Rapaz publica desabafo tocante na web após a morte da mulher

Com a ajuda da internet, homem arrecadou dinheiro para que a esposa conseguisse abrir os presentes de Natal com o filho de apenas 21 meses

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 25 fev 2017, 20h34 - Publicado em 21 dez 2016, 16h36

Com a ajuda da internet, Ed Cusick, de 40 anos de idade, conseguiu arrecadar mais de 100 000 libras (cerca de 410 000 reais). A causa não poderia ser mais nobre: com o dinheiro, ele queria garantir que sua esposa, que enfrentava um câncer de intestino, pudesse passar o Natal com o filho de 21 meses de idade do casal, Teddy. Infelizmente, o rapaz revelou que, apesar da ajuda, o sonho não foi concretizado.

Eu estou enfrentando a pior dor que eu já senti enquanto eu escrevo esse texto para informá-los que nós tragicamente perdemos Nina“, começa o rapaz na mensagem, publicada no Facebook e que já acumula mais de 250 compartilhamentos e 1 700 reações em poucos dias. “Ela foi encaminhada ao hospital na semana passada após contrair uma infecção. Ela lutou bravamente por sua vida, mas os antibióticos não tiveram efeito e ela morreu nos meus braços enquanto eu estava deitado ao lado dela na cama do hospital, na última quinta (15)“, conta o rapaz. Confira: 

A história de Ed e sua família ganhou grande repercussão quando o rapaz começou uma campanha para conseguir arrecadar dinheiro para a saúde da esposa: “Eu estou além de destruído. Ela era o meu mundo. Amor, eu rezo para que você veja ou ouça isso por meio das muitas vozes que estão lendo este recado. Eu te amo mais do que palavras podem descrever“, escreveu nas redes sociais.No Facebook, homem desabafa após a morte da mulher, vítima de câncer.

Continua após a publicidade

001

Você não é apenas uma mãe e esposa belíssima, mas uma filha, irmã e amiga maravilhosa, que inspirou força à tantas pessoas cujo o coração você alcançou. O que você atingiu por meio do amor diante é o câncer é inimaginável. Acima de tudo, você é minha esposa, minha melhor amiga, minha alma gêmea e meu único e verdadeiro amor. Você é a minha Neens e você será para sempre minha“, finalizou, nas redes sociais, o desabafo.

002

Nina, que tinha 34 anos de idade, esperava começar um tratamento que poderia curá-la de sua doença completamente. Os médicos, no entanto, disseram que ela precisaria de grandes quantidades de um remédio chamado Regorafenib para mantê-la saudável até a manhã de Natal — três semanas da medicação custam 5 299 libras (cerca de 21 000 reais). Por isso, o marido resolveu pedir ajuda à desconhecidos. Infelizmente, a mulher morreu apenas quatro dias antes da celebração. 

Continua após a publicidade

003

A mulher foi diagnosticada com câncer de intestino em fevereiro de 2015, após enfrentar dores muito fortes durante o parto. Após receber a notícia, os médicos disseram que ela teria sorte se vivesse por mais semanas: “Quando ela foi diagnosticada, os médicos disseram que ela teria sorte se sobrevivesse após seis semanas. Porque procuramos outras opiniões e apostamos em remédios diferentes, conquistamos 22 semanas de memórias e experiências“, revelou o rapaz. As informações são do The Mirror.

005

Dê sua opinião:  E você, o que achou do emocionante desabafo compartilhado pelo rapaz? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.