Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Papai Noel comove internet ao fazer DE TUDO para deixar confortável garotinho com autismo

Erin Deely é a dedicada mãe de 36 anos de um adorável garotinho de 6 anos chamado Brayden — eles vivem na cidade de Charlotte, localizada na Carolina do Norte, Estados Unidos. + Atriz corta os longos cabelos e explica motivo em desabafo emocionante + Mulher dá resposta perfeita após rapaz pedir reembolso de encontro Como muitos pais, […]

Por Tatiane Rosset
Atualizado em 26 fev 2017, 13h58 - Publicado em 4 dez 2015, 11h48

ABRE03

Erin Deely é a dedicada mãe de 36 anos de um adorável garotinho de 6 anos chamado Brayden — eles vivem na cidade de Charlotte, localizada na Carolina do Norte, Estados Unidos.

+ Atriz corta os longos cabelos e explica motivo em desabafo emocionante
+ Mulher dá resposta perfeita após rapaz pedir reembolso de encontro

Como muitos pais, a mulher gosta de levar seu filho para tirar fotos com o Papai Noel no fim do ano. O problema? O menino foi diagnosticado com autismo quando ele tinha 3 anos e, desde então, fazer o registro ficou cada vez mais difícil. Foi então que Erin ficou sabendo de um programa chamado Caring Santa, que dá a chance de crianças como Brayden conhecerem o senhor barbudo.

O programa é trabalho da entidade Austism Speaks (“O Autismo Fala”, em português) — o grupo fez uma parceria com 120 shoppings para dar a oportunidade de crianças com autismo conhecerem o Papai Noel em ambientes adequados.

Continua após a publicidade

No domingo passado, o projeto passou por um centro de compras de Charlotte, e Erin resolveu levar Brayden. O que aconteceu ao longo do dia a deixou verdadeiramente emocionada: “Brayden reconheceu o Papai Noel imediatamente e sorriu timidamente“.

003

002

Pacientemente, o Papai Noel colocou um dos brinquedos (um globo de neve musical) em frente ao garotinho e esperou que ele tivesse a curiosidade de pegá-lo. Após Brayden mostrar interesse no objeto, o “bom velhinho” voltou para o chão e ficou brincando com o menino por cerca de 15 minutos: “Eu fiquei tão feliz ao ver o Papai Noel brincando com ele no chão, porque é exatamente isso que Brayden precisa para se sentir confortável em uma nova situação“.

Continua após a publicidade

004

As belíssimas fotos do encontro conquistaram os internautas. E, após a experiência positiva, Erin resolveu compartilhar a história on-line com outros pais de crianças autistas: “Os seus filhos podem participar das tradições das festas de fim de ano como qualquer outra criança“, ela contou ao BuzzFeed.

Dê sua opinião: O que você achou da belíssima atitude do Papai Noel? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.