Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Menina escreve carta para mãe que morreu de câncer e recebe resposta

Mais de 56 000 pessoas já curtiram a história emocionante, compartilhada na terça-feira (2)

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 3 abr 2019, 17h48 - Publicado em 3 abr 2019, 17h18

A pequena Ella Lennon, de apenas 4 anos de idade, postou um cartão de Dia das Mães apenas quatro meses após sua mãe, Jennifer, perder a batalha para o câncer. A menina não esperava receber uma resposta, mas ficou empolgada com a chegada de uma carta pelos correios.

O cartão foi endereçado para “Número 1 do Portão dos Anjos no Céu, Paraíso”. Apenas 48 horas depois, a menina recebeu uma resposta — escrita por um funcionário dedicado dos Correios. A história foi compartilhada pela irmã de Jennifer, Linda Ross, no Twitter. Mais de 56 000 pessoas já curtiram a história emocionante, compartilhada na terça-feira (2). Confira: 

“No primeiro Dia das Mães celestial da minha irmã, Ella enviou um cartão para a mamãe dela. Hoje, um estranho generoso dos Correios usou o seu tempo para responder a mensagem e fazer uma menininha feliz! O rosto dela abriu-se no maior sorriso. Isso só mostra como há pessoas incríveis no mundo. Não posso agradecê-los o suficiente!”, comemorou a jovem na mensagem.

A jovem revelou que, primeiramente, ela e o pai da pequena Ella leram a carta para garantir que a resposta seria apropriada — e descobriram que a mensagem era “apropriada para a memória e caráter da mãe” da menina. “Minha querida Ella, muito obrigada pelo cartão de Dia das Mães. Para mim, você é uma em um milhão e eu te amo muito. Milhões + bilhões + trilhões é o tanto que eu te amo. Você está crescendo para se tornar uma garotinha muito esperta e especial. Tenho muito orgulho de você, e mesmo estando no céu eu olho por você todos os dias”, diz a resposta.

Continua após a publicidade

“Eu gostaria de agradecer a pessoa de bom coração nos Correios que enviou uma carta para a Ella”, disse Dean Lennon, o pai de Ella e marido de Jennifer, após a repercussão da história. “O rosto dela se iluminou”, comemorou o homem. Jennifer morreu no dia 8 de dezembro de 2019 após uma batalha de quatro anos contra um câncer no cérebro. Ela enfrentou três cirurgias, seis semanas de sessões de radioterapia diárias, seis meses de quimioterapia e muitos procedimentos neurológicos.

“A minha irmã é a pessoa mais corajosa e valente que eu conheço, ela enfrentou todas as adversidades com verdadeira coragem. Jenny sobreviverá por meio de Ella, que jamais se esquecerá dela. Elas tinham um laço muito forte, que jamais será esquecido”, disse a irmã de Jennifer, Linda. Após a repercussão da história, um porta-voz dos Correios revelou que “todos estão muito tocados pela história”, mas não deu mais detalhes sobre o caso. As informações são do The Sun.

Dê sua opinião: E você, o que achou da história emocionante? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.