Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Mãe encontra solução inesperada para parede pintada pelo filho

"Os seus filhos vão fazer coisas que eles não deveriam. Ajuda se você é casado com alguém que tem senso de humor!", diz um tuíte com mais de 71 000 curtidas

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
15 nov 2017, 19h44

Não é novidade: crianças de diferentes idades e gerações irão, em um momento ou outro, pintar a parede das casas dos pais. A questão é como a família irá reagir ao ato “rebelde”. Muitas mães apostam em uma solução clássica, a de fazer os filhos limparem a bagunça — mas não esta mulher. Nesta segunda (13), o neurocirurgião Eric Massicotte compartilhou a escolha da mulher ao ver que o filho do casal tinha pintado uma simpática casinha na parede da sala.

Os seus filhos vão fazer coisas que eles não deveriam. Ajuda se você é casado com alguém que tem senso de humor!“, aconselha ele em um tuíte que chamou atenção nas redes sociais. Em poucos dias, já são mais 71 000 curtidas, além de 24 000 retuítes. O que ela fez? Ao ver o desenho do menino de 6 anos de idade, ela emoldurou a obra de arte e transformou a sala de estar da família em uma galeria de arte. Confira: 

A dedicação da mãe é louvável: além da tradicional moldura, a arte do pequeno Massicotte recebeu também uma placa de identificação, assim como nos grandes museus. “R.C. Massicotte, nascido em 2011“, diz a primeira linha do aviso. Na sequência, o nome da obra prima. “Casa interrompida, 2017“. E, é claro, não pode faltar o material utilizado para realizar o quadro. “Canetinha em pinta de látex. Dado aos seus pais, de surpresa, em 13 de novembro“.

Continua após a publicidade

A atitude inovadora da mãezona chamou atenção na internet — e foi muito elogiada pelos usuários do Twitter. “O valor da sua propriedade provavelmente dobrou considerando que agora é uma residência e uma galeria de arte!“, disse um rapaz. Outros relembraram as travessuras dos próprios filhos: “Pelo menos eles não correram a toda velocidade em direção a parede deixando para trás um buraco do tamanho perfeito de uma cabeça — não estou dizendo que nenhum dos meus filhos fez isso (foi o Dan)“. 

Eu estou em choque com a genialidade disso! Eu me curvo perante vocês e suas técnicas de educação!“, elogiou um homem. “Isso é hilário!“, disse outra mulher. Não à toa a história inusitada chamou tanta atenção nas redes sociais, não é mesmo? 

Dê sua opinião: E você, o que achou da história inusitada? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.