Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

“Gemidão do WhatsApp” invade link ao vivo em telejornal da BBC

"Parabéns para a repórter por conseguir manter a seriedade", elogiou um espectador após o momento inusitado que chamou atenção nesta sexta (10)

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 10 nov 2017, 19h06 - Publicado em 10 nov 2017, 18h00

Nem a BBC, a emissora mais importante do Reino Unido e uma das mais respeitadas do mundo, escapa do implacável “gemidão do WhatsApp”: na manhã desta sexta (10), a repórter política Emma Vardy fazia uma entrada ao vivo no telejornal “BBC Breakfast” quando foi interrompida pelo som de gemidos ao fundo de sua matéria sobre o Brexit.

O som voltou a ser repetido, mas Emma não perdeu a compostura e, entre um sorriso disfarçado e outro, conseguiu finalizar a transmissão. O momento inusitado chamou atenção nas redes sociais e rendeu muitos comentários no Twitter. Segundo o The Daily Mail, também já há um responsável pela intromissão indesejada na BBC. Assista: 

https://www.youtube.com/watch?v=H40ZzVesRIQ

Um rapaz conhecido na Inglaterra como “DiscoBoy” está assumindo a autoria da pegadinha. Em seu Facebook, o britânico mostra um vídeo onde aparece com uma caixa de som ao fundo da reportagem. No vídeo, é possível ver que o “gemidão” foi tocado pelo rapaz, ao vivo, de Londres. Assista:

Continua após a publicidade

Após a repercussão do caso, os editores do programa matinal da BBC admitiram que o som foi tocado por um espectador que passava pelo local na hora do link ao vivo. Apesar da tentativa de desconcentrar a repórter, Emma seguiu concentrada na reportagem, frustrando os planos do rapaz especializado em pegadinhas. Os repórteres que estavam no estúdio também não comentaram a intromissão após o fim da matéria sobre o Brexit.

A brincadeira, no entanto, não passou despercebida pelos espectadores: “O que aconteceu com o som de filme pornô durante a reportagem?“, questionou um internauta. “Rindo alto da pessoa que colocou os sons pornográficos ao vivo no telejornal da BBC! E parabéns para a repórter por conseguir manter a seriedade“, disse outra jovem no Twitter.

Um porta-voz da BBC disse ao The Daily Mail que a “interrupção estava fora do nosso controle”: “Nossa repórter manteve-se profissional durante toda a matéria ao vivo“, disse após a repercussão do momento. 

Dê sua opinião: E você, o que achou do momento inusitado promovido pelo “gemidão do WhatsApp”? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.