Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

“Detalhe” em atuação de Camila Queiroz divide opiniões no Twitter

Espectadores também perceberam alguns erros na abertura da nova novela da Rede Globo, que foi ao ar pela primeira vez nesta terça (6) na Rede Globo

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 7 jun 2017, 16h22 - Publicado em 7 jun 2017, 16h15

A novela Pega-Pega estreou nesta terça (6) e muitos espectadores já encontraram pequenos “defeitos” no novo folhetim da Rede Globo. Dois detalhes chamaram a atenção, mas um acabou roubando a cena: o sotaque da atriz Camila Queiroz, natural de Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

No folhetim, a atriz interpreta uma jovem natural do Rio de Janeiro, herdeira do luxuoso Carioca Palace Hotel. O “carioquês” de Camila, que manteve o sotaque caipira para as novelas Verdades Secretas (2015) e Êta Mundo Bom (2016), dividiu os espectadores. Muitos aprovaram a novidade, enquanto outros acreditam que a fala dos cariocas não combinou com a atriz. Confira: 

Continua após a publicidade

Mas o sotaque da protagonista não foi o único momento que chamou atenção entre os internautas: erros foram notados pelos espectadores logo na abertura. Na estreia do folhetim, o nome de três atores foi ao ar com erros de digitação.

Márcio Kieling, que vive o médico Adriano, por exemplo, perdeu o “r” e virou Mácio. Já Bruna Spínola, que interpreta a camareira Cíntia, perdeu a primeira sílaba. Nem a musa Nicette Bruno escapou: seu nome teve apenas um único “t”. Veja a repercussão:

Dê sua opinião: E você, o que achou das “gafes” da novela Pega-Pega? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

Continua após a publicidade

Publicidade