Imagem Blog

Poder SP - Por Sérgio Quintella Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Sérgio Quintella é repórter de cidades e trabalha na Vejinha desde 2015
Continua após publicidade

Após escapar da prisão, “Papai Noel ladrão” é preso e condenado novamente

Nabiel Cordeiro da Silva, que se vestiu de bom velhinho para roubar um helicóptero em 2016, estava foragido após cumprir parte da pena

Por Sérgio Quintella Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
4 dez 2018, 15h29

O homem que se vestiu de Papai Noel para roubar um helicóptero, em Mairinque, no interior de São Paulo, em 2015, deveria cumprir pena até outubro de 2024, quando completassem os oito anos a que foi condenado pelo crime. O caso ganhou repercussão mundial. Porém, Nabiel Cordeiro da Silva, de 33 anos, que apareceu em todos os noticiários vestido de “bom velhinho” antes de embarcar na aeronave, não voltou ao sistema prisional após um dia de trabalho fora da prisão (ele prestava serviços para a prefeitura de Porto Feliz), em dezembro do ano passado. Silva queria passar o Natal longe das grades do cárcere. 

Como não retornou para a cadeia, ele foi considerado foragido até ser preso novamente, em junho deste ano, após uma abordagem de rotina feita por policiais militares no Tucuruvi, na Zona Norte da capital. No momento, Nabiel Silva apresentou um documento com nome de outra pessoa. Ao ser descoberto, o criminoso foi levado para a delegacia. No último dia 13 de setembro, o juiz Marco Antonio Martin Vargas, da 32° Vara Criminal, na Barra Funda, o condenou novamente, desta vez a dois anos de cadeia, por uso de documento falso.

O sentenciado não poderá recorrer em liberdade, pois ainda deverá acertar as contas com o Judiciário pelo primeiro episódio. Nabiel Cordeiro da Silva terá direito a uma segunda chance a partir de agosto do ano que vem, quando atingirá tempo suficiente para ingressar novamente no semiaberto.

(Reprodução/Veja SP)

O caso do “Papai Noel ladrão”

Em 27 de novembro de 2015, Nabiel Cordeiro da Silva rendeu o piloto Caio Fernando Pinto, de 28 anos, no fim de um voo de pouco mais de vinte minutos entre o Campo de Marte, na Zona Norte, e uma chácara em Mairinque, a 75 quilômetros da capital. Ele trancou o profissional na sala de jogos do local e fugiu a bordo da mesma aeronave, ao lado de dois cúmplices encapuzados. O comandante conseguiu escapar ileso. Silva foi preso na Bahia, em janeiro de 2016, e transferido para Sorocaba.

(Divulgação/Veja SP)
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.