Imagem Blog

Alessandra Rodrigues - Nutrição e Bem-Estar

Por Blog
Continua após publicidade

Macarrão pode sim fazer parte do seu dia

Não se pode negar que, apesar de vivermos no pais da feijoada e futebol, o macarrão está sempre presente em nossas mesa. Não são poucos os pacientes que chegam ao consultório preocupados em saber se este item deve ser cortado do cardápio. A resposta definitivamente é não. Quer saber por quê? 1 – Massa é […]

Por VEJA SP
Atualizado em 26 fev 2017, 22h07 - Publicado em 28 abr 2014, 16h14
Insalata di pasta di Bologna, do restaurante Friccó. Foto: Divulgação

Insalata di pasta di Bologna, do restaurante Friccó. Foto: Divulgação

Não se pode negar que, apesar de vivermos no pais da feijoada e futebol, o macarrão está sempre presente em nossas mesa.

Não são poucos os pacientes que chegam ao consultório preocupados em saber se este item deve ser cortado do cardápio.

A resposta definitivamente é não. Quer saber por quê?

1 – Massa é fonte de carboidratos, nutriente importante para o nosso metabolismo e fundamental para produção de energia e queima de gordura. Sim, você leu corretamente: sem carbo não há queima de gordura, especialmente quando se pratica atividade física.

Continua após a publicidade

2 – Pode ser uma excelente opção de alimentação se você treina à noite ou na hora do almoço.

3 – A massa não precisa ser integral. A de tipo grano duro possui em sua composição o amido resistente, um tipo de fibra quebrada apenas pelo calor. Ou seja: a massa grano duro al dente vale como uma integral.

4 – O molho costuma ser o grande vilão. Por isso, fique longe das versões quatro queijos, manteiga e alho e óleo. Prefira o macarrão ao sugo ou à bolonhesa (mas feito com carne magra).

5 – A massa pode ser uma excelente fonte de energia. Se você pratica atividade física de alta intensidade e duração (exemplo: treinos para provas longas como maratonas e pedal longo), vale um prato à noite antes de um treino ou prova pesada no dia seguinte cedo.

Continua após a publicidade

6 – O glúten não é tão vilão assim. O macarrão tem glúten sim, mas esse é contraindicado apenas para celíacos e não para população em geral.

7 – Macarrão tem baixo impacto ambiental. Alimentos vindos da natureza, incluindo frutas, vegetais, grãos e massas, são benéficos para os nossos corpos, além de proporcionar um impacto ambiental menor, de acordo com a pesquisa Double Pyramid 2012 – Enabling Sustainable Food Choices , do Barilla Center of Food Nutrition.

8 – Vale como uma porção de carboidratos na sua refeição. Sim, a massa não é tão calórica assim. Uma porção (em torno de 2 xícaras de chá) equivale a uma porção de arroz integral (4 colheres de sopa) ou meia batata doce. Ou seja: ela pode perfeitamente ser a opção de carboidrato do seu cardápio!

9 – Boa composição nutricional:  uma ou duas xícaras de uma porção de massa cozida tem 200 calorias, baixo teor de gordura saudável (cerca de 1g, sem gordura trans ou saturadas), baixo teor de sódio (a menos que você adicione sal à água de cozimento) e nada de colesterol. As massas são uma boa fonte de tiamina, ferro, riboflavina e niacina e fornecem 2g de fibra dietética e 7g de proteína por porção.

Continua após a publicidade

10 – É pratico: de preparo rápido, esta é uma ótima opção desde que você acompanhado de uma carne magra de molho pobre em gorduras. Também é recomendado iniciar a refeição com um bom prato de salada.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.