Imagem Blog

Luan Freires - Boombox

Por Blog
Shows, curiosidades e notícias do mundo da música
Continua após publicidade

7 versões brasileiras que tentaram destruir ‘Satisfaction’, dos Rolling Stones

Nesta terça (12) completam-se 50 anos da gravação de (I Can’t Get No) Satisfaction, o maior hit dos Rolling Stones e uma das mais importantes canções do cânone da música pop. + Programe-se: as datas de venda dos ingressos dos shows do Rock in Rio que rolam em São Paulo Ao longo dessas cinco décadas, muitos se […]

Por Luan Freires
Atualizado em 26 fev 2017, 16h40 - Publicado em 12 Maio 2015, 18h30

edson-cordeiro

Nesta terça (12) completam-se 50 anos da gravação de (I Can’t Get No) Satisfaction, o maior hit dos Rolling Stones e uma das mais importantes canções do cânone da música pop.

Programe-se: as datas de venda dos ingressos dos shows do Rock in Rio que rolam em São Paulo

Ao longo dessas cinco décadas, muitos se aventuraram a fazer a sua própria versão da música, algumas delas primorosas. É o caso da feita por Otis Redding em 1965, que chegou até a mudar o jeito como os próprios Stones a interpretam ao vivo. Por outro lado, há releituras que preferimos esquecer: Vanilla Ice, estamos olhando para você.

Não foram poucos os que se arriscaram também no Brasil. Ou melhor, que tentaram assassinar a original composta por Mick Jagger e Keith Richards. Se você tem algum carinho pela Satisfaction original, NÃO escute as versões abaixo:

Continua após a publicidade

Sambô

Hors concours sempre que o assunto é “espinafrar as canções alheias”, os ribeirão-pretanos se superaram desta vez. Impossível ouvir até o fim.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=R78US3t8mco?feature=oembed&w=500&h=375%5D

Edson Cordeiro e Cássia Eller

Tente esquecer o agudo soltado pelo saudoso Edson Cordeiro no início desse vídeo e entender a ideia de quem pensou que poderia ser uma boa ideia convidá-lo para participar deste cover.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=AR649Y55BmI?feature=oembed&w=500&h=375%5D

Barão Vermelho

A arte de transformar um hino em uma versão genérica dentro dos moldes do rock brasileiro oitentista, que, na época do lançamento do primeiro disco ao vivo do Barão Vermelho (1989), já estava pra lá de desgastado.

Continua após a publicidade

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=v_Auu5dAumI?feature=oembed&w=500&h=375%5D

Meninas Cantoras de Petrópolis

O sintetizador do começo dá um ar new wave à bizarra homenagem das Meninas Cantoras de Petrópolis, mas a do Devo continua sendo a melhor nesse quesito.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=zB87uPOETu4?feature=oembed&w=500&h=375%5D

Continua após a publicidade

SambaSoul

Um sorriso no rosto, muito gingado no pé e um arranjo meio samba rock mostram o Brasil tipo exportação em um programa de calouros na TV polonesa (!). Pelo menos não ficou tão ruim quanto a do Sambô.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=LpmqI9CEHKI?feature=oembed&w=500&h=375%5D

Margareth Menezes

Nada contra Margareth Menezes, a não ser quando ela tenta imitar a Tina Turner.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=hKf2jnFI_wE?feature=oembed&w=500&h=375%5D

The Brazilian Bitles

Apesar do nome curioso, a música mais conhecida dos “Beatles brasileiros” é justamente uma homenagem aos Rolling Stones. O toque garageiro é até divertido, mas, ao contrário do que diz a letra, o tributo está longe de ser perfeito.

Continua após a publicidade

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=tXdF6qZUCWI?feature=oembed&w=500&h=375%5D

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.