Imagem Blog

Vinho e Algo Mais

Por Por Marcelo Copello
Especialista na bebida, Marcelo Copello foi colunista de Veja Rio. Sua longa trajetória como escritor do tema inclui publicações como a extinta Gazeta Mercantil e livros, entre eles "Vinho e Algo Mais" e "Os Sabores do Douro e do Minho", pelo qual concorreu ao prêmio Jabuti
Continua após publicidade

Brunello di Montalcino, célebre vinho italiano, está com força total

Conheça o rótulo da safra 2018 número 1 de ranking da revista americana Wine Spectator. É da vinícola de um brasileiro

Por Marcelo Copello
29 mar 2024, 06h00

Entre as muitas listas e rankings de vinhos, talvez a de maior impacto no mercado seja o top 100 da revista americana Wine Spectator. O vinho que ocupa o lugar mais alto desse pódio é chamado de Wine of the Year e costuma ter seu preço e vendas catapultados por ele.

Em sua edição mais recente, divulgada no fim de 2023, a posição foi ocupada pelo Brunello di Montalcino 2018 da vinícola Argiano (R$ 1  030,00 pelo WhatsApp 3623-2280), que pertence ao carioca André Esteves, sócio do banco de investimentos BTG Pactual. Tenho acompanhado a Argiano, representada no Brasil pela importadora Inovini, e, desde que foi comprada por Esteves, em 2013, a ascensão na qualidade tem sido notável.

Os Brunello di Montalcino são um fenômeno relativamente recente. Regulamentados como DOC em 1966, esses rótulos viriam finalmente a ser elevados à categoria de DOCG em 1980 (denominação de origem controlada e garantida).

As vendas da região, então, decolaram nos anos 80, e foi graças ao mercado americano. A fama destes tintos na América do norte foi capitaneada pela vinícola Banfi, uma das maiores da região e que foi adquirida por John e Harry Mariani, dois irmãos americanos, em 1978. A partir do trabalho da Banfi nos EUA, de marketing, de qualidade e de estilo (adaptado ao gosto americano), esses tintos ganharam o mundo.

Hoje, o nome Brunello di Montalcino é um dos mais importantes entre os vinhos italianos e com um estilo definido — com boa estrutura de taninos e acidez, encorpado e complexo. Por lei, chegam ao mercado não antes de quatro anos após a safra (hoje no mercado os mais jovens são os 2020) e mesmo os simples alcançam seus dez anos de guarda. Alguns dos melhores exemplares, de mais raça e das safras superiores, podem viver bem por trinta anos, em alguns casos até mais.

Continua após a publicidade

Este tipo de vinho precisa ser colocado em um decanter ao menos uma hora antes de ser servido, para que o líquido respire e os aromas se mostrem. Pelo mesmo motivo, taças de tamanho grande são bem-vindas.

Para acompanhá-los, o indicado são as carnes vermelhas com molhos intensos. Cogumelos e trufas são boas escolhas, assim como caças como javali. Uma harmonização clássica seria um Brunello di Montalcino com o prato mais emblemático da Toscana, a bistecca alla fiorentina.

San Crispino Brunello di Montalcino 2018

Do produtor Castellani, que elabora vinhos por toda a itália. Feito com 100% sangiovese grosso, com 24 meses em barricas de carvalho. Rubi-granada entre claro e escuro. Aroma de médio ataque, com frutas vermelhas maduras, alcatrão, couro, balsâmico, notas terrosas. Paladar de médio corpo, 14% de álcool. Um Brunello para o dia a dia. R$ 299,90 na Evino.

Brunello di Montalcino Il Poggione 2017

Passa 24 meses em barricas de carvalho francês. Granada entre claro e escuro. Aroma complexo, elegante e intenso, com frutas maduras, couro, tabaco, anis, balsâmicos, defumados, alcaçuz. Paladar encorpado e elegante, taninos estruturados e finos, ótima acidez. 14,5% de álcool. Um grande Brunello, com estrutura e finesse, para guarda. Bom para a bisteca. R$ 499,90 na Evino.

Continua após a publicidade

Publicado em VEJA São Paulo de 29 de março de 2024, edição nº 2886

BAIXE O APP COMER & BEBER E ESCOLHA UM ESTABELECIMENTO:

IOS: https://abr.ai/comerebeber-ios

ANDROID: https://abr.ai/comerebeber-android

Continua após a publicidade

Compartilhe essa matéria via:

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.