Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Barbara Demerov Filmes e Séries - Por Barbara Demerov

A Vizinha da Mulher na Janela: Netflix lança paródia repleta de clichês de suspense

Série de oito episódios é protagonizada por Kristen Bell e tira sarro do longa A Mulher na Janela, de 2021, que não foi bem recebido

Por Barbara Demerov Atualizado em 27 jan 2022, 16h57 - Publicado em 28 jan 2022, 06h00

Quando A Mulher na Janela estreou na Netflix, em 2021, nem mesmo a estrela Amy Adams foi capaz de reduzir as críticas negativas acerca de uma história que, para o público, é previsível e um tanto confusa.

+ Minissérie de ficção baseada em A Máfia dos Tigres ganha trailer

Agora, o próprio gigante do streaming se apoiou nessa fria recepção para fazer o caminho inverso: em vez de produzir continuações ou refilmagens, o foco agora é satirizar a trama de uma personagem que vive à base de vinho e remédios e jura ter testemunhado um crime horrendo no vizinho da frente.

O resultado desse projeto é a série A Vizinha da Mulher na Janela, com oito episódios de trinta minutos cada, que traz Kristen Bell, uma comediante de peso, no papel principal. A trama é bizarramente idêntica — com a adição de tiradas cômicas que vão direto ao alvo: criticar a obviedade de histórias como A Mulher na Janela e A Garota no Trem, que se levam muito a sério, mesmo sem possuir tanta profundidade.

Kristen interpreta Anna, uma mulher deprimida e divorciada que se isola em sua casa a maior parte do tempo. Ela passa seus dias preenchendo suas taças de vinho até o limite e fugindo da socialização. Mas esse “sossego” muda quando conhece seu novo vizinho e, pouco tempo depois, vê uma mulher sendo assassinada na casa dele.

Continua após a publicidade

A partir desse momento de espanto, uma sucessão de clichês e deboches acontece de modo desregrado. Desde a investigação que faz em segredo até chegar à descoberta de quem cometeu o crime, Anna leva o espectador a uma jornada estranha e que ao mesmo tempo prende a atenção. Dessa forma, fica claro que o modelo batido de suspenses previsíveis possui seu valor no entretenimento.

+Assine a Vejinha a partir de 12,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 2 de fevereiro de 2022, edição nº 2774

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês