Imagem Blog

Filmes e Séries - Por Barbara Demerov

Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Aqui você encontra críticas, entrevistas e as principais novidades sobre o mundo do cinema e do streaming
Continua após publicidade

‘Armageddon Time’: James Gray revisita a própria infância em drama potente

Elenco é composto por Anne Hathaway, Jeremy Strong e Anthony Hopkins

Por Barbara Demerov
Atualizado em 10 nov 2022, 16h17 - Publicado em 1 nov 2022, 18h48

✪✪✪✪ Armageddon Time estreia em 10 de novembro nos cinemas brasileiros, mas já deixou sua marca na 46ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, que será encerrada nesta quarta (02).

Dirigido por James Gray (Era Uma Vez em Nova York), este drama de época se passa na Nova York dos anos 1980, pouco antes de Ronald Reagan ser eleito presidente dos Estados Unidos. A trama é baseada nas próprias vivências do cineasta, que viveu com sua família no Queens durante a infância.

Abordando temas como amadurecimento, racismo e a árdua procura para realizar o “sonho americano”, o longa tem força para entrar na temporada de premiações em 2023. A trama ganha camadas que são construídas aos poucos, com o protagonismo de um garoto chamado Paul Graff e seu amigo Johnny. 

Enquanto Paul vem de uma família judia, Johnny é um menino negro que sofre com o racismo à sua volta. Juntos em uma escola pública, eles tentam se fortalecer com essa forte amizade, mas logo ela é interrompida: Paul vai para uma escola particular e se afasta do amigo.

Gray trabalha muito bem o impacto do racismo através do olhar de uma criança. Paul não entende o que pode acontecer com o amigo, mas aos poucos passa a ver como o sistema funciona. Johnny, por sua vez, se impõe com mais facilidade – afinal, já sofre com o preconceito e criou uma “casca” de proteção.

Continua após a publicidade

Por essas razões, Armageddon Time é um filme que transpira severidade, ao mesmo tempo que se apoia numa frágil relação entre duas pessoas inocentes.

Outro elemento de destaque é o elenco. Anne Hathaway e Jeremy Strong interpretam os pais de Paul e estão excelentes, enquanto Anthony Hopkins vive o avô do jovem protagonista. Na atuação do veterano, reside o verdadeiro brilho da produção.

É interessante notar que, ainda que o lar de Paul seja preenchido por alguns gestos de carinho, há diversos momentos em que a tensão e violência tomam conta. Nessas nuances, o que mais ganha luz é a bela relação entre Paul e o avô.

Armageddon Time introduz questões de 50 anos atrás que ainda ecoam de forma insistente nos tempos contemporâneos.

Continua após a publicidade

Publicado em VEJA São Paulo de 16 de novembro de 2022, edição nº 2815

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.