Imagem Blog

Blog do Lorençato

Por Arnaldo Lorençato
O editor-executivo Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há mais de 30 anos. De 1992 para cá, fez mais de 16 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista é professor-doutor e leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie
Continua após publicidade

Meu café: puro e sem açúcar

Sou tão fã de café que pela manhã só começo a funcionar bem depois de tomar a primeira xícara. E das grandes. Gosto da bebida coada com a água retirada do fogo pouco antes de ferver. Filtrada sempre. E não economizo no pó. Tem de ser forte, intenso. Quando tenho tempo, eu mesmo gosto de passar […]

Por Arnaldo Lorençato Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 27 fev 2017, 10h46 - Publicado em 24 Maio 2013, 12h28

Café de coador: para começar bem o dia (Foto: Mario Rodrigues)

Sou tão fã de café que pela manhã só começo a funcionar bem depois de tomar a primeira xícara. E das grandes. Gosto da bebida coada com a água retirada do fogo pouco antes de ferver. Filtrada sempre. E não economizo no pó. Tem de ser forte, intenso. Quando tenho tempo, eu mesmo gosto de passar o café.  É uma delícia aquele cheirinho saindo da cozinha e perfumado toda a casa. Não me prendo a uma marca. Por isso, quando passo pelo supermercado, compro diferentes tipos de pós ou grãos para moer. Há sempre uma novidade para provar.

+ Para os fãs de pingado

Nem sempre foi assim. A oferta de café se ampliou muito nos últimos anos. Antes, prevalecia uma tediosa oferta de bolsa de pó moído. Felizmente, o grão deixou de ser apenas uma commodity e passou a ser valorizado pelo produtor e por quem gosta de encher a xícara como eu.

Outra vantagem é a variedade de cafeteiras manuais e elétricas. Não resisto a um expresso. Por isso, comprei várias máquinas ao longo dos anos. É sempre dificuldade botar essas traquinas em funcionamento, além de elas fazerem uma sujeira danada. Hoje, essas versões com cápsulas não dão erro. Com elas, é bem bacana, a amadores como eu, bancar o barista. Nos restaurantes e nos cafés, gosto de apreciar a arte daqueles que sabem tirar um bom expresso. São eles que arrematam o almoço ou o jantar com categoria.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.