Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Transporte na região metropolitana é afetado pela falta de diesel

As linhas da Viação Miracatiba que circulam na Rodovia Régis Bittencourt (BR-116) foram paralisadas em razão dos bloqueios de caminhoneiros

Por Estadão Conteúdo 24 Maio 2018, 11h08

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU/SP) informou em nota que, em razão da greve dos caminhoneiros, as empresas de ônibus metropolitanos estão enfrentando problemas de abastecimento de diesel. Na região metropolitana de São Paulo, a operação conta com praticamente 100% da frota, exceto nas linhas que circulam em Guarulhos.

A empresa Vila Galvão, de Guarulhos, está operando com apenas 60% da frota. Ela é a segunda maior empresa da região – opera 27 linhas com 200 ônibus e transporta por dia 65 000 passageiros. A Empresa Viação Atual, que também circula em Guarulhos, está com 80% da frota em operação. Ela é responsável por seis linhas com quarenta veículos e transporta por dia 10 000 passageiros.

As linhas da Viação Miracatiba que circulam na Rodovia Régis Bittencourt (BR-116) foram paralisadas em razão dos bloqueios de caminhoneiros na altura do km 280 da rodovia.

Na Baixada Santista, o Consórcio BR Mobilidade opera com 100% da frota nas ruas. Em Campinas, no interior paulista, são 60% dos veículos em operação. Já as regiões de Sorocaba e Vale do Paraíba e Litoral Norte contam com 70% da frota nesta quinta-feira.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade