Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Cidades do interior são cobertas por tempestade de areia; o que explica?

Rajadas de ventos provocaram uma nuvem de poeira gigante que assustou moradores

Por Redação VEJA São Paulo 27 set 2021, 11h05

Moradores de Ribeirão Preto, Franca, Jales, Presidente Prudente, entre outras cidades do interior de São Paulo e algumas de Minas Gerais, viram neste último domingo (26) uma tempestade de areia. Alguns deles registraram a cena pouco típica do cotidiano.

Segundo o Climatempo, o episódio foi provocado por uma frente de rajada, levantando a poeira do chão. Ela aconteceu por causa de uma instabilidade que estava se descolando em direção às regiões. O aeroporto de Ribeirão Preto registrou rajadas de vento que chegaram a 92 km/h.

As tempestades de poeira decorrem de ventos intensos que estão levantando uma quantidade de poeira do próprio solo para a atmosfera. Esses pequenos detritos podem ser transportados por grandes distância. Dias quentes e secos favorecem o acontecimento desses fenômenos, que são comuns em regiões áridas e semiáridas ao redor do mundo, mas no Brasil não acontecem com frequência.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade