Continua após publicidade

Tebet, Marina e Armínio se reúnem com empresários em SP por apoio a Lula

Encontro na casa do banqueiro Cândido Bracher, ex-presidente do Itaú Unibanco, teve críticas ao atual governo e pedido de votos para o ex-presidente

Por Pedro Carvalho
Atualizado em 17 out 2022, 21h30 - Publicado em 17 out 2022, 21h28

Cerca de 600 empresários, banqueiros e executivos se reuniram na noite desta segunda-feira (17) na casa de Cândido Bracher, ex-presidente do Itaú Unibanco, no Alto de Pinheiros, em evento de apoio à candidatura de Lula (PT) à presidência.

O encontro teve discursos e rodada de perguntas com a senadora Simone Tebet (MDB), a ex-ministra Marina Silva (Rede) e o economista Armínio Fraga (ex-presidente do Banco Central no governo de Fernando Henrique Cardoso, do PSDB). A organização partiu de nomes como Neca Setubal, Teresa Bracher e Maria Stella Gregori. “Estamos aqui entre amigos, e amigos de amigos”, disse Teresa, na abertura da noite.

– Veja também: Tarcísio diz que tiros em Paraisópolis foram recado do crime organizado

Tebet, Marina e Armínio reafirmaram o voto em Lula, pediram a adesão ao petista no segundo turno, fizeram duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro (PL) e foram efusivamente aplaudidos ao final de suas falas. “Votarei em Lula com convicção”, disse Armínio.

Continua após a publicidade

“Votar em Lula é um ato em legítima defesa da democracia, que não aguentaria mais quatro anos do atual governo”, completou Marina, que discursou em seguida do economista. “A defesa da democracia, a redução das desigualdades e o compromisso com uma transição para uma economia de baixo carbono”, segundo a senadora, serão os motivos de escolher Lula.

Figura mais aplaudida ao início do evento, Tebet agradeceu a expressiva votação entre os paulistas no primeiro turno e pediu votos para o ex-presidente Lula na segunda etapa do pleito. “Alguns de vocês devem se perguntar: Por que votar em Lula? É preciso votar em Lula por amor ao Brasil. Nunca votei em Lula, nem na esquerda. Mas, nesse momento, não cabe a omissão da neutralidade “, afirmou a senadora.

O segundo turno das eleições, entre Lula e Bolsonaro, será no próximo dia 30.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.