Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Polícia prende suspeito de atear fogo e matar morador de rua em São Paulo

Carlos Alberto Vieira da Silva chegou a ser internado em estado grave no Hospital Municipal do Tatuapé, mas morreu na manhã de segunda-feira (6)

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 14 fev 2020, 15h45 - Publicado em 8 jan 2020, 10h32

A Polícia Civil prendeu na madrugada desta quarta-feira (8) o suspeito de atear fogo e matar um morador de rua na Mooca, Zona Leste de São Paulo. As informações são do G1.

O suspeito é o também morador de rua Flausino Campos, conhecido como Buiu. O pedido de prisão temporária foi decretado pela Justiça. O delegado responsável pelo caso considerou que Campos assumiu o risco de matar a vítima e, portanto, pediu a prisão pelo crime de homicídio doloso. O caso é investigado pelo 18º DP, do Alto da Mooca.

Carlos Roberto Vieira da Silva, morador de rua que morreu após ser queimado na Zona Leste Reprodução/TV Globo/Veja SP

Carlos Alberto Vieira da Silva, de 39 anos, teve 70% do corpo queimado pelas chamas. Ele chegou a ser internado em estado grave na Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) do Hospital Municipal do Tatuapé, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã de segunda-feira (6).

Continua após a publicidade

Publicidade