Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

São Paulo regride para a Fase Vermelha durante Natal e Ano Novo

Fase mais restritiva da quarentena vale entre os dias 25 a 27 de dezembro e 1 a 3 de janeiro

Por Vinicius Tamamoto Atualizado em 22 dez 2020, 13h29 - Publicado em 22 dez 2020, 13h06

Todo o estado de São Paulo regride para a Fase Vermelha do Plano São Paulo, a mais restritiva da quarentena, entre os dias 25 a 27 de dezembro e 1 a 3 de janeiro. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa nesta terça-feira (22) pelo governo estadual.

“Não temos ainda o que comemorar, estamos no meio de uma pandemia. Visando conter a aglomeração, a circulação de pessoas, essas medidas foram tomadas para preservar vidas e preservar nosso sistema de saúde”, disse Jean Gorinchteyn, secretário da Saúde. 

Na fase vermelha, é permitido o funcionamento apenas de atividades consideradas essenciais, como serviços de saúde, transportes e supermercados.

A mudança temporária vale para todo o estado. A única região que não voltará para a Fase Amarela após os períodos de festa é Presidente Prudente, que tem aumento do número de casos e falta de leitos de UTI.

A próxima reclassificação do Plano São Paulo é 7 de janeiro. O governo adiantou, no entanto, que nenhuma região irá para a Fase Verde, mais flexível.

São Paulo registrou, nas últimas quatro semanas, um aumento de 34% no número de mortes por Covid-19. O número de casos aumentou 54% e o de internações, 13% em todo o estado no período. Até esta terça, foram contabilizadas 45.395 mortes e 1,39 milhão de casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia no estado paulista.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade