Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

De Bíbilia a perfume: capital tem cerca de sessenta ruas temáticas

Confira vias especializadas em itens de um mesmo ramo

Por Mauricio Xavier [colaborou Vinicius Tamamoto] Atualizado em 1 jun 2017, 15h49 - Publicado em 2 dez 2016, 10h00

A cidade de São Paulo abriga pelo menos sessenta ruas temáticas, que oferecem itens variados de um mesmo ramo. A primeira do tipo a surgir por aqui foi a icônica 25 de Março, no centro. Em 1887, o imigrante libanês Benjamin Jafet abriu uma loja de tecidos importados na região. O negócio prosperou e logo chegaram os concorrentes. No início do século XX, já havia por ali mais de 500 estabelecimentos especializados em armarinhos e tecidos. Abaixo, confira outras.

+ A curiosa casa em forma de bola no Itaim Bibi

Conde de Sarzedas (centro). Artigos com motivos bíblicos e religiosos, de DVDs a roupas, são a especialidade do local, direcionado principalmente ao público evangélico.

Consolação (Consolação). Quem precisa renovar a iluminação de casa encontra por ali uma variedade de lojas que vendem lustres e luminárias.

Florêncio de Abreu (centro). Especializada em ferragens e equipamentos como furadeiras, pistolas de pintura e motosserras, além de ferramentas, a exemplo de chaves de fenda e martelos.

Continua após a publicidade

Galvão Bueno (Liberdade). Mercados orientais vendem guloseimas e produtos de países como Japão, China e Coreia. Há ainda papelarias e lojas de presente no mesmo estilo.

Toori Bairro da Liberdade
Toori Bairro da Liberdade

Piratininga (Brás). A via abriga de casas especializadas em itens para automóvel, como motores e baterias, a lojas de maquinário em geral e peças.

Santa Ifigênia (centro). Principal ponto dos eletroeletrônicos. Além de venderem computadores e tablets, as lojas do pedaço oferecem serviços como conserto de celular.

Silveira Martins (centro). Perfumistas e adeptos do conceito do “faça você mesmo” vão até o local para garimpar as melhores matérias-primas.

Teodoro Sampaio (Pinheiros). Bateria, guitarra e até uquelele. Na parte mais alta da via, no sentido da Avenida Doutor Arnaldo, músicos amadores e profissionais encontram todo tipo de instrumento musical.

Continua após a publicidade
Publicidade