Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Polícia acaba com festa para 500 pessoas no Capão Redondo

Responsável pelo evento foi levado para a delegacia

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 13 mar 2021, 10h53 - Publicado em 13 mar 2021, 10h52

A Polícia Civil interrompeu na madrugada deste sábado (13) uma festa clandestina que contava com 500 pessoas e ocorria na Estrada de Itapecerica, no Capão Redondo, Zona Sul. O organizador do evento, cujo nome ainda não foi revelado, foi levado para o Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC), na Avenida São João, no cento. Ele foi liberado após assinar um termo circunstanciado, mas vai responder por crime de saúde pública e por não respeitar a legislação sanitária em vigor.

Segundo determinação do governador João Doria, festas e aglomerações estão proibidas em todo o estado.

Na ação, os policiais verificaram que a maioria dos presentes eram jovens e não utilizavam máscaras. Foram aprendidos drogas e uma arma de fogo.

Pessoas que frequentaram uma festa clandestina na Zona Sul
Festa clandestina na Zona Sul: 500 pessoas no local. Polícia Civil/Divulgação
  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade