Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Paulo André: jogadores inteligentes enriquecem juntos

Zagueiro do Corinthians vira conselheiro financeiro dos colegas bons de bola

Por Ricky Hiraoka Atualizado em 5 dez 2016, 16h40 - Publicado em 1 nov 2012, 20h48

Um dos craques mais bem articulados do momento, o zagueiro Paulo André, do Corinthians, tornou-se um conselheiro financeiro informal dos colegas. Com base nessa experiência, pensa agora em transformar o assunto no tema de um novo livro, programado para ser lançado no próximo ano. A seguir, ele fala por que a relação dos boleiros com o dinheiro é tão problemática.

VEJA SÃO PAULO — Jogador gasta mais com mulher, carro ou bebida?

PAULO ANDRÉ — O que suga a renda da turma é a família. Em geral, os jogadores são pobres e precisam ajudar pai, tio, cunhado, primo… É carro e casa para todos. Hoje, a maioria já está vacinada contra as pilantras.

VEJA SÃO PAULO — Eles gastam com muitas bobagens?

PAULO ANDRÉ — Já vi gente torrar R$ 50.000,00 para transformar um Fusca numa supermáquina.

VEJA SÃO PAULO — Compram muita roupa?

Continua após a publicidade

PAULO ANDRÉ — Não. Eles só gostam de bermuda e chinelo. Cada um tem seu estilo, por mais horrível que seja.

 

+ Vanusa ganha cachê alto para satirizar o episódio do Hino Nacional

+ Cônego Walter Caldeira, da Catedral da Sé, quer realizar mais casamentos

+ Paula Fernandes: “Meu gosto é peculiar”

+ Caroline Bittencourt: papel masculino no teatro

Continua após a publicidade

Publicidade