Continua após publicidade

Cinco motivos para conhecer o novo Parque Ecológico Imigrantes

A uma hora da capital, o Parque Ecológico Imigrantes foi inaugurado no final de novembro

Por Camila Pusiol
Atualizado em 4 dez 2018, 17h29 - Publicado em 4 dez 2018, 17h15

O paulistano acaba de ganhar mais um espaço de lazer  ao ar livre, o Parque Ecológico Imigrantes. Localizado às margens da Rodovia dos Imigrantes, o parque ocupa uma área de 484 000 metros da Mata Atlântica e segue a orientação japonesa do Mottainai, postura favorável à preservação ambiental e contrária ao desperdício. Além de uma vista de tirar o folego, o parque possui também, outros atrativos. Listamos abaixo cinco motivos que fazem a visita a atração valer a pena:

  • Uma área verde no coração da Mata Atlântica:

O Parque Ecológico Imigrantes está localizado em um dos biomas mais ricos e ameaçados do planeta: a Mata Atlântica. Por abrigar grande diversidade de fauna e flora, é considerada Patrimônio Nacional do Brasil pela Constituição Federal.

(Divulgação/Divulgação)
  • As visitas são gratuitas e monitoradas:

O público poderá desfrutar de um passeio guiado e gratuito em meio a natureza. Para isso, basta que faça o agendamento prévio da visita pelo site do PEI. Os agendamentos ficam disponíveis a partir da próxima segunda (10).

  • Acessibilidade e  inclusão dos visitantes:

Os  espaços acessíveis para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, com rampas de acesso e recursos eletrônicos, estão entre as principais atrações por lá. Com a ajuda de dois elevadores, as pessoas portadoras de necessidades especiais, por exemplo, podem chegar ao ponto mais alto da mata e participar de atividades de ecoturismo e aventura. O espaço também é adaptado para deficientes visuais.

(Divulgação/Divulgação)
  • Trilhas:

Ao todo, o parque conta seis trilhas para a visitação que priorizam aspectos como pontos de beleza cênica, curiosidades da flora ou da história de interferência do homem na região.

  • Sustentabilidade:

O parque abriga uma grande passarela elevada. A construção, que paira acima da floresta e em meio à copa das árvores, é o principal meio de circulação dos visitantes e foi construída através da utilização de madeira plástica. As soluções sustentáveis começam logo na entrada com uma estrutura de aço reciclado, na qual está embutida um quantidade de sucata equivalente a 130 carros populares. Essas e outras iniciativas fizeram o PEI ser o primeiro parque do mundo a obter a certificação de sustentabilidade na construção AQUA-HQE (Alta Qualidade Ambiental ou Haute Qualité Environmentale), aplicada no Brasil pela Fundação Vanzolini. 

(Divulgação/Divulgação)

     

    Rodovia dos Imigrantes, 650 – Curucutu, São Bernardo do Campo, SP. Site: parqueecologicoimigrantes.org.br.

    Continua após a publicidade

     

     

     

     

    Publicidade

    Essa é uma matéria fechada para assinantes.
    Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

    Para curtir o melhor de São Paulo!
    Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
    Impressa + Digital no App
    Impressa + Digital
    Impressa + Digital no App

    Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

    Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
    *Para assinantes da cidade de São Paulo

    a partir de R$ 39,90/mês

    PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
    Fechar

    Não vá embora sem ler essa matéria!
    Assista um anúncio e leia grátis
    CLIQUE AQUI.