Clique e assine por apenas 6,90/mês

Palmeirense que espancou torcedores do Corinthians é preso

Raphael Sarti La Laina estava foragido há mais de um ano. Ele e outros 11 homens agrediram três corinthianos dentro de um trem da CPTM, em 2014

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 17 jan 2017, 21h08 - Publicado em 17 jan 2017, 20h59

Um integrante da Mancha Verde, foragido há mais de 1 ano, foi detido nesta terça (17), próximo ao estádio do Palmeiras, na Zona Oeste. Raphael Sarti La Laina havia sido preso pelo espancamento de três membros da Pavilhão Nove, torcida organizada do Corinthians, em outubro de 2014.

Ele e outros 11 homens agrediram o trio durante o trajeto entre as estações estações Pirituba e Piqueri da CPTM. La Laina chegou a ser condenado e preso com outros seis acusados, mas ganhou liberdade provisória com medidas cautelares, como comparecimento mensal à Justiça e afastamento de estádios. Como não cumpriu a decisão, teve prisão preventiva decretada em julho de 2015 e estava foragido desde então.

 

Publicidade