A opinião do leitor

Cartas da edição 2520

CARNAVAL DE RUA
Tiraram o direito de ir e vir de muita gente, com lixo espalhado pelas ruas (“Evolução complicada”, 8 de março). A prefeitura realmente terá de rever isso e buscar alternativas, como o Anhembi ou o Autódromo de Interlagos. Elizete Bucci, via Facebook

Reunir cerca de 80 000 pessoas na Vila Madalena é surreal, um desrespeito ao cidadão e à sua qualidade de vida. Os blocos nas ruas deveriam ser permitidos apenas em áreas não residenciais. Assim, eles não prejudicariam ninguém. Denise Razzouk, via Facebook

O Doria, por ter tido menos de dois meses para efetuar os ajustes para este Carnaval, até que foi muito bem. Em 2018, sim, poderemos cobrar dele algo mais efetivo, até porque terá dado tempo de fazer a projeção de público e o planejamento para o próximo evento. Marcel de Brito Gomes, via Facebook

CRIME
Na reportagem, o amigo fala de quanto o dono da Rede Park amava a esposa (“Tragédia no Itaim”, 8 de março). Mas quem ama não mata. Simples assim. Mona Azevedo, via Facebook

É uma pena tudo isso. Concordo que o caso precisa ser investigado, até para que a família tenha paz. Mas depressão é algo muito delicado e não nos cabe julgar. Elizangela Ramos, via Facebook

CIRURGIA BARIÁTRICA
Parabenizo a repórter Adriana Farias e agradeço por seu trabalho, carinho e dedicação ao elaborar essa excelente matéria focada na técnica, no reconhecimento do mérito de médicos brasileiros e na evidência da Faculdade de Medicina do ABC (“Nova arma contra a gordura”, 8 de março). A repercussão está grandiosa tanto em sua dimensão quanto na sua qualidade. Eduardo Grecco, coordenador do serviço de endoscopia da Faculdade de Medicina do ABC (FMABC)

Finalmente é criado um procedimento mais acessível e sem cortes para quem sofre com essa doença. Juliana Vasconcelos, via Facebook Tive a sorte de ter encontrado o médico Galvão algumas vezes no centro cirúrgico do Hospital Nove de Julho. Ele sempre estava de bom humor, com um sorriso no rosto. Parabéns, doutor, por suas técnicas e por capacitar outros profissionais. Lúcia Andreattta

MISTÉRIOS DA CIDADE
É estranho o fato de a escultura do Fauno ter sido removida da Praça Dom José Gaspar por pressão de religiosos, já que não existe nas proximidades nenhuma igreja ou convento (“O despejo do deus grego”, 8 de março). De qualquer forma, aproveito para lamentar o abandono e a sujeira que tomaram conta do local, hoje ocupado por marginais e drogados. Assim, penso que o polêmico deus grego deve estar contente com a mudança de endereço. Luiz Antônio Alves de Souza

ANAVITÓRIA
A primeira vez que vi as duas artistas da Região Norte foi no programa Altas Horas, da TV Globo (“Direto do Tocantins”, 8 de março). Elas cantam demais, têm a voz linda. Sucesso, meninas! Fernanda Cardoso, via Facebook TEATRO Fui à pré-estreia e gostei bastante (“Les Misérables repaginado”, 8 de março). É bem diferente da montagem anterior; mais moderna e leve. Vale ver. Elizabeth Lutti, via Facebook

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s