Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

MTST protesta contra o governo federal e bloqueia vias da capital

Atos ocorreram na manhã desta sexta (7) em avenidas da região central, Zona Sul e Oeste

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 7 Maio 2021, 11h21 - Publicado em 7 Maio 2021, 11h15

Manifestantes interditaram algumas das vias da capital paulista na manhã desta sexta-feira (7). Os protestos foram organizados pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e ocorreram em diversas capitais do país.

Em São Paulo, os atos paralisaram endereços como a Avenida Tiradentes, no centro da capital paulista, a Ponte Eusébio Matoso, na Zona Sul, a Avenida Professor Francisco Morato, na Zona Oeste e a Avenida Presidente Tancredo Neves. Os bloqueios duraram cerca de 1h30.

Imagem mostra manifestantes em barracos montados na Avenida Professor Francisco Morato durante protesto
Ato do MTST da Avenida Professor Francisco Morato Comunicação MTST/Divulgação

De acordo com o MTST, os atos pedem a volta do auxílio emergencial de 600 reais (que foi retomado em abril com parcelas a partir de 150 reais), além de maior investimento em moradias populares por parte do governo federal, que recentemente cortou em 98% os recursos previstos para Faixa 1 do Minha Casa Minha Vida (renomeado como Casa Verde e Amarela): dos 1,5 bilhão de reais previstos, restaram 27 milhões. A Faixa 1 do programa é a destinada para famílias de baixa renda, que ganham até 1 800 reais por mês.

Além de São Paulo, os atos ocorreram em Aracaju, Maceió, Diamantina, Goiânia, Niterói e Porto Alegre, e, de acordo com o Movimento, reuniram cerca de 5 000 pessoas.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade