Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

MP faz operação contra sonegadores de imposto e oito são detidos

Ao todo são 38 mandados de busca e apreensão e 14 de prisão no estado de São Paulo; prejuízo calculado é de R$ 200 milhões

Por Redação VEJA São Paulo 12 Maio 2021, 13h17

Os Ministérios Públicos de São Paulo e Alagoas agiram em conjunto em uma operação contra a sonegação de impostos de empresários do setor de plástico. Ela aconteceu na manhã desta quarta-feira (12) e prendeu até o momento oito pessoas.

Ao todo são 38 mandados de busca e apreensão e 14 mandados de prisão no estado paulista, incluindo, alem dos empresários, advogados e contadores. Os alvos estão distribuídos entre as cidades de Guarulhos, Sorocaba, Votorantim, Indaiatuba e Pilar do Sul.

De acordo com as autoridades, o prejuízo para o estado de São Paulo pela evasão de impostos chega a R$ 200 milhões. A prática dos sonegadores consistia em emitir notas fiscais fraudulentas, assim não ocorrendo o recolhimento do ICMS estimado em R$ 4 bilhões.

A Secretaria da Fazenda afirma que os empresários criavam empresas fantasmas para realizar operações simuladas entre Alagoas e São Paulo. Com isso, foram feitas falsas entradas de mercadorias que resultam em créditos tributários e favorecem os criadores do esquema.

Todos os detidos serão encaminhados para a Divisão de Capturas do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP). É investigado também os crimes de lavagem de dinheiro, fraude e organização criminosa.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade