Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Promotoria critica inquérito sobre menino morto pela polícia

Promotoria alega que a investigação “tem falhas e não chega a nenhuma conclusão”

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 21 mar 2017, 10h31 - Publicado em 21 mar 2017, 10h13

O Ministério Público Estadual (MPE) devolveu à Polícia Civil o inquérito que apurou a morte de um garoto de 10 anos, em junho do ano passado, após suposto tiroteio com policiais militares, na Vila Andrade, Zona Sul de São Paulo, e pediu 23 novas diligências. O menino, com um amigo de 11 anos, teria furtado um carro e sido perseguido por PMs. A promotoria alega que a investigação “tem falhas e não chega a nenhuma conclusão”.

Para o promotor Fernando Bolque, do 1.º Tribunal do Júri, os PMs cometeram erros de procedimento e isso não foi explicado. “Há uma série de laudos pedidos que não foram anexados nos autos, porque não ficaram prontos, depoimentos contraditórios, entre outros itens.”

Foi pedido ao Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) que inclua nos autos a gravação da conversa entre os policiais, a conclusão dos exames de urina, sangue e toxicológico do menino e novos depoimentos dos Pms.

Três perguntas, diz, seguem sem resposta. “Por que os PMs tiraram a arma que estaria com o menino do local do crime? Por que o sobrevivente ficou rodando com os policiais até chegar em casa, em vez de ser levado diretamente à delegacia? Por que os PMs envolvidos mudaram os depoimentos?”

Segundo o MPE, os policiais, por duas vezes, disseram que dispararam após serem recebidos a tiros. Mas a perícia não achou vestígio de pólvora no carro. Seis PMs são investigados e cumprem funções administrativas.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública disse que o DHPP ainda não recebeu o inquérito de volta, mas cumprirá os pedidos do MPE. Segundo a pasta, o inquérito foi relatado à Justiça em fevereiro, sem indiciar ninguém, porque as provas e depoimentos confirmam a versão dos PMs. O inquérito militar foi encerrado.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês