Morre Violeta Jafet, matriarca do Sírio-Libanês, aos 108 anos

O sepultamento está marcado para às 15 horas

Filha de Adma Jafet, idealizadora do Hospital Sírio-Libanês, Violeta B. Jafet morreu nessa segunda-feira (26), aos 108 anos de idade.

O velório ocorre nesta terça (27), no anfiteatro do Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa, na Rua Professor Daher Cutait, na Bela Vista. O sepultamento está marcado para às 15 horas, no Cemitério da Consolação.

Violeta era considerada a matriarca do hospital e atuava como presidente honorária. Aos 13 anos, estava presente na reunião em que sua mãe decidiu fundar o Sírio Libanês, ao lado de outras 27 mulheres da comunidade árabe. O hospital só foi inaugurado oficialmente em 1965, anos depois da morte de Adma, e já com Violeta à frente da iniciativa.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s