Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Manifestantes protestam em frente à casa de Doria neste domingo

Grupo pede prisão do governador e diz que comércios estão fechados "sem nenhuma necessidade"; capital tem 80% de ocupação de leitos de UTI

Por Redação VEJA São Paulo 7 mar 2021, 17h17

Uma manifestação reúne centenas de pessoas na frente da casa do governador João Doria (PSDB), no Jardim Europa, neste domingo (7).

Os manifestantes, a maioria sem máscaras de proteção, protesta contra as medidas de restrição do comércio na atual fase vermelha do plano de combate à Covid-19.

Gritos de “Fora, Doria” e “Doria na cadeia” são repetidos pelos presentes. “Os comércios estão fechados sem a menor necessidade”, disse uma liderança ao microfone.

Vídeos postados nas redes sociais divulgaram imagens do ato (veja abaixo):

O governador criticou a iniciativa no Twitter. “Bolsonaristas loucos tentam me intimidar com novas ameaças contra mim e minha família. Agora ameaçam minha casa e nossa família. Além de pedir apoio policial e tomar medidas legais, quero registrar meu repúdio a este comportamento. Onde vai parar o Brasil com tanta conflagração?”, postou.

A capital tem atualmente 80% de ocupação de leitos de UTI, o que motivou o governo a aumentar as restrições de circulação a partir deste fim de semana.

Continua após a publicidade
Publicidade