Clique e assine por apenas 6,90/mês

Mandetta admite que pode se candidatar a presidente em 2022

"Em 2022, eu vou estar em praça pública lutando por algo em que eu acredito", disse o ex-ministro da Saúde de Jair Bolsonaro

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 23 jul 2020, 18h28 - Publicado em 23 jul 2020, 16h33

Luiz Henrique Mandetta, exministro da saúde de janeiro de 2019 a abril deste ano, disse que pensa em se candidatar para presidente ou vice-presidente nas eleições de 2022. A fala foi dita nesta quarta-feira (23) em entrevista à BandNews TV.

“Em 2022, eu vou estar em praça pública lutando por algo em que eu acredito”, afirmou ele ao Programa Ponto a Ponto. “Se o Democratas [o DEM, partido ao qual é filiado] acreditar na mesma coisa, eu vou. Se o Democratas achar que ele quer outra coisa, eu vou procurar o meu caminho. Eu vou achar o caminho. Como candidato ou carregando o porta-estandarte do candidato em que eu acreditar. Mas que eu vou participar ativamente das eleições, eu vou”, completou Mandetta.

Mandetta também disse que deve lançar um livro sobre a sua experiência como ministro da Saúde em meio à pandemia do novo coronavírus no próximo mês.

O ex-ministro ganhou popularidade no Ministério da Saúde e travou um embate contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), devido a diferenças na maneira de combater o coronavírus.

Continua após a publicidade
Publicidade