Clique e assine por apenas 6,90/mês

Incêndios de grandes proporções se espalham na cidade

Estabelecimentos comerciais ou industrias são os mais atingidos

Por Mauricio Xavier [Com reportagem de Lívia Roncolato, Nathalia Zaccaro e Silas Colombo] - Atualizado em 5 dez 2016, 15h58 - Publicado em 24 Maio 2013, 16h40

Dezenove carros do Corpo de Bombeiros se deslocaram até a Rua Madre de Deus, na Mooca, por volta das 6 horas de terça (21) para controlar um incêndio em uma loja de pneus. Apesar da grande proporção, o incidente não deixou feridos: o local ainda estava fechado. Não foi o primeiro episódio do gênero em estabelecimentos comerciais ou industriais neste mês. Segundo os bombeiros, curto-circuito na rede elétrica é um dos motivos mais comuns para o início do fogo. Abaixo, alguns casos semelhantes:

Dia 4: trinta viaturas foram acionadas para conter as chamas em uma indústria têxtil no Ipiranga.

Dia 5: um incêndio em uma indústria química de Guarulhos foi controlado por funcionários.

Dia 9: o galpão de uma indústria desativada, no Belém, queimou durante duas horas.

Dia 11: uma fábrica de enfeites de festa, no Rio Pequeno, incendiou-se por cinco horas.

+ Ranking dos shoppings paulistas

+ Mais vagas em Cumbicas

+ As placas fantasmas do falecido Playcenter

Continua após a publicidade
Publicidade