Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Incêndio de grandes proporções atinge cortiço no Canindé

Não houve registro de feridos entre os moradores. Uma pessoa que estava em uma construção vizinha precisou de atendimento médico devido a uma crise nervosa

Por Estadão Conteúdo 26 jul 2017, 09h51

Um complexo de pequenas casas foi consumido por um incêndio no Canindé, na região central de São Paulo, entre a noite de terça-feira (25) e o final da madrugada desta quarta-feira (26). Desde as 21 horas, o Corpo de Bombeiros trabalhou entre as Ruas Canindé e Carnot, próximo ao Colégio da Polícia Militar.

Às 4h30, as equipes faziam o rescaldo do incêndio. Dezesseis viaturas chegaram a ser deslocadas para o entorno durante as sete horas de combate às chamas.

  • Não houve registro de feridos entre os moradores do cortiço, mas uma pessoa que estava em uma construção vizinha precisou de atendimento médico devido a uma crise nervosa, segundo os bombeiros.

    Havia construções de alvenaria e de madeira no terreno, mas ainda não se sabe a causa do início das chamas. A quadra entre as Ruas Canindé, Conselheiro Dantas e Carnot foi interditada pela Defesa Civil para os trabalhos de perícia, avaliação do risco aos prédios vizinhos e remoção de moradores. Eles devem ser levados para casas de familiares ou abrigos públicos.

    Nesta terça, bombeiros chegaram a trabalhar para apagar um incêndio na Rua Professora Aparecida Donizete de Paulo, no bairro Serraria. Um prédio comercial foi atingido, mas ninguém ficou ferido. A operação durou cerca de uma hora e meia.

    Continua após a publicidade
    Publicidade