Clique e assine por apenas 6,90/mês

Grupo ataca empresa de valores em Santo André

Invasores trocaram tiros com funcionários e incendiaram veículos das proximidades; ninguém foi preso

Por Estadão Conteúdo - Atualizado em 27 dez 2016, 16h10 - Publicado em 17 ago 2016, 09h54

Homens armados invadiram na madrugada desta quarta (17) a empresa de transporte valores Protege, em Santo André, bairro Campestre. Segundo a Polícia Militar, ao deixar o local, os invasores trocaram tiros com funcionários da empresa e incendiariam veículos das proximidades durante a fuga. Ninguém foi preso e, a princípio, não há feridos nem registro de roubo nas redondezas.

+ Como foi o primeiro dia da campanha à prefeitura

De acordo com o Corpo de Bombeiros, além da Rua dos Coqueiros, há outros focos de incêndio nas proximidades para conter a chegada da polícia, como a avenida São Caetano. Os demais pontos atacados pelos bandidos não foram confirmados pela corporação.

A PM chegou ao local por volta das 3h20 após receber diversas ligações de moradores da região, denunciando troca de tiros, explosão de artefatos e incêndio de veículos. Até as 6 horas da manhã, ainda havia policiais no local fazendo o levantamento de dados e acompanhando o trabalho da perícia.

O caso será investigado pela Polícia Civil. O fogo na sede da Protege está sob controle e não há informação oficial sobre a duração do tiroteio, embora moradores relatem nas redes sociais que a troca de tiros se estendeu por cerca de 20 minutos.

+ Confira as últimas notícias

Esse é o segundo assalto realizado a uma sede da Protege em 2016. Na madrugada de 14 de março, criminosos roubaram cerca de 50 milhões de reais da sede da empresa em Campinas. Na ocasião, os bandidos utilizaram dinamite e fuzis para invadir o local.

Continua após a publicidade
Publicidade