Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Haddad muda de ideia e parabeniza Jair Bolsonaro nesta segunda (29)

O candidato do PT publicou uma mensagem em rede social depois de ter decidido não fazer gestos ao vencedor

Por Redação VEJA São Paulo 29 out 2018, 10h02

O candidato derrotado à Presidência da República Fernando Haddad (PT), que havia decidido não parabenizar o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) pela vitória nas eleições de 2018, mudou de ideia e escreveu uma mensagem em seu perfil no Twitter, nesta segunda (28). De acordo com ele, a esperança é de que a mensagem “ela estimule o melhor de todos nós”.

“Presidente Jair Bolsonaro. Desejo-lhe sucesso. Nosso país merece o melhor. Escrevo essa mensagem, hoje, de coração leve, com sinceridade, para que ela estimule o melhor de todos nós. Boa sorte!”, escreveu Haddad, no Twitter.

Na noite de domingo (28), após a divulgação do resultado da eleição, a posição do ex-prefeito de São Paulo era a de não fazer nenhum gesto a Bolsonar. O tradicional telefonema do candidato derrotado, reconhecendo o resultado, foi descartado. “Ele foi um candidato extremamente agressivo com Haddad, alimentou fake news sobre a sua vida pessoal e xingou-o nas redes sociais”, disse o coordenador da campanha petista, Emídio de Souza. Haddad lembrou os aliados que fora chamado de “canalha” pelo adversário e que na semana passada Bolsonaro falou em “banir os marginais vermelhos da pátria”.

Continua após a publicidade

Publicidade