Clique e assine por apenas 5,90/mês

Avenida Faria Lima terá fiação elétrica aterrada

Fios ficarão invisíveis no trecho de 1,5 quilômetro entre as avenidas Rebouças e Cidade Jardim

Por Maurício Xavier [com reportagem de Flora Monteiro e Pedro Henrique Araújo] - Atualizado em 5 dez 2016, 17h29 - Publicado em 6 jan 2012, 18h10

Uma reforma iniciada em outubro na Avenida Brigadeiro Faria Lima, no trecho de 1,5 quilômetro entre as avenidas Rebouças e Cidade Jardim, promete deixar a região mais agradável. A um custo de 4,6 milhões de reais, a AES Eletropaulo está alterando o posicionamento da fiação elétrica, que funcionará a partir de março em uma rede de distribuição subterrânea.

+ Largo da Batata é reurbanizado, mas falta de lixeiras causa sujeira

+ Itaim Bibi é bairro procurado tanto para trabalhar quanto para morar

+ Vinte e cinco bons programas nos arredores da Linha Amarela

Além da estética, o novo modelo oferece maior proteção contra fatores externos, como chuva, e facilita o trânsito na calçada, com o fim dos postes. Como nada é perfeito, o sistema é suscetível a defeitos por alagamentos, tem manutenção mais complicada e seu custo é dezoito vezes maior. Várias vias paulistanas foram submetidas ao aterramento desde a década de 70 e outras já estão agendadas.

Continua após a publicidade
Publicidade