Doria diz que gastou quase 2 milhões de reais com reforma no Palácio

Político não tinha informado ainda quanto havia custado renovação na sede do Governo Paulista que contou com consultoria de decoradora de luxo

O governador João Doria enviou nesta segunda-feira (1º) um ofício ao Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE) informando ter gasto quase 2 milhões com as reformas realizadas no Palácio dos Bandeirantes. O documento foi assinado pelo vice-governador e secretário de governo, Rodrigo Garcia.

O ofício foi enviado pelo tucano após VEJA SÃO PAULO revelar que o político não havia informado o valor gasto com as obras.

As transformações, que foram motivo de crítica de especialistas, mudaram bastante a cara dos ambientes internos da sede do Governo Paulista, na região do Morumbi. Serviram para repaginar, por exemplo, o Salão de Despachos e antigo Salão dos Pratos, hoje rebatizado de Sala São Paulo.

Nesses cômodos, Doria mandou pintar as paredes de preto e cinza. Antes, essas salas eram marcadas por paredes brancas e elementos em madeira. Muitos móveis antigos ali expostos foram cobertos por panos escuros.

Documento foi enviado ao TCE pelo governo Doria

Documento foi enviado ao TCE pelo governo Doria (Reprodução/Veja SP)

A área íntima do Palácio, antigamente usada como moradia do governador, também foi redecorada. Como continua vivendo em sua mansão no Jardim Europa, na Zona Oeste da capital, Doria tranformou a ala residencial em seu gabinete. Funcionários informaram que o governador mandou até construir um banheiro para uso exclusivo dele no local.

Segundo antecipou a reportagem, a empreitada contou com a consultoria de Joia Bergamo, uma decoradora de luxo de São Paulo. Uma assessora afirmou a VEJA SÃO PAULO que Joia tinha doado o projeto a Doria.

O Código de Ética do Estado proíbe que servidores estaduais recebam benesses de empresas privadas. Permite apenas o recebimento de “brindes que não tenham valor comercial, ou não tenham valor elevado e sejam distribuídos a título de cortesia, divulgação ou por ocasião de eventos especiais ou datas comemorativas”.

A reportagem perguntou várias vezes à assessoria do governador quanto Doria tinha gasto com as reformas, mas não obteve resposta de valores em nenhuma delas. Afirmaram apenas que foi utilizado um dinheiro previsto no orçamento.

A decoradora Jóia Bergamo e Doria e um dos ambientes renovados

A decoradora Jóia Bergamo e Doria e um dos ambientes renovados (Reprodução/Instagram/Divulgação)

Oficialmente, Doria também não confirmava que tinha recebido o projeto das obras de presente de Joia. Amigos, porém, publicaram fotos elogiando o trabalho da profissional durante um jantar promovido pelo governador para reapresentar o Palácio com a nova decoração.

Em nota, a assessoria do Palácio dos Bandeirantes informou que as reformas foram feitas para “manutenção de rotina e conservação do patrimônio público”.

No ofício enviado ao TCE, o governador comunicou que utilizou uma parte dos mais de 9,4 milhões de reais do Orçamento destinados à manutenção predial preventiva.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s