Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Descubra os bairros onde Covas e Boulos foram mais votados

Candidato do PSDB venceu em todas as 58 zonas eleitorais

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 16 nov 2020, 10h28 - Publicado em 16 nov 2020, 10h27

O candidato Bruno Covas (PSDB) foi vitorioso nas 58 zonas eleitorais de São Paulo no primeiro turno da eleição municipal do último domingo (15). Com 99,92% das urnas apuradas até a manhã desta segunda-feira (16), o tucano teve 32,86% do total de votos válidos, contra 20,24%. de votos em Guilherme Boulos (PSOL), com quem disputará o segundo turno, no dia 29 de novembro.

De acordo com informações do TSE, as regiões que Covas se saiu melhor, conquistando 44,5% dos votos, foram os bairros Jardim Paulista, Jardim América, Vila Olímpia e Itaim Bibi (5ª zona eleitoral). Ele também venceu com margem favorável a 15 pontos em bairros ao redor do centro, como Vila Mariana e Mooca.

Já no Centro (1ª zona eleitoral), onde ficam os bairros Sé, Liberdade, parte de Higienópolis, Consolação e Bela Vista, Covas venceu com margem apertada, de 3,7 pontos percentuais acima do candidato do PSOL.  A disputa foi ainda mais acirrada na Zona Sul da cidade, 20ª zona eleitoral, composta por bairros como Jardim Amália, Valo Velho e na Cohab Adventista. Nessa região, Boulos teve apenas 2,5 pontos a menos do que Covas.

Na periferia, Covas também se saiu melhor que o principal adversário. Na região de Parelheiros e Grajaú, quem ficou em segundo lugar foi o candidato Jilmar Tatto (PT), sendo as únicas zonas eleitorais da capital em que o PT superou o PSOL. Nem mesmo João Doria (PSDB), que venceu ainda no 1º turno em 2016, superou Covas nessa região em 2020.

 

Continua após a publicidade
Publicidade