Clique e assine por apenas 6,90/mês

Cliente acha dedo humano dentro de esfiha de lanchonete da Zona Norte

O dono do estabelecimento disse que cozinheiro decepou o dedo cortando calabresa; local foi fechado

Por Redação VEJA São Paulo - 14 jul 2020, 09h32

Um cliente encontrou um pedaço de dedo humano dentro de uma esfiha comprada através de serviço de delivery. A lanchonete, que fica na Zona Norte de São Paulo, foi fechada na noite de sábado (11).

“No local estavam as vítimas nas imediações do comércio e relataram que haviam solicitado a esfiha fechada por delivery, e quando foram comer, se depararam com um dedo dentro do alimento”, disse a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

De acordo com os policiais militares, o dono informou por telefone que “um dos funcionários havia decepado o dedo cortando calabresa, que procurou, mas não achou e foi encaminhado ao hospital.”

O cozinheiro contou que sofreu o acidente na quarta-feira (8), foi levado ao hospital e já recebeu alta, fazendo tratamento complementar em casa. Ele disse ainda que chegou a procurar o pedaço do dedo no chão e no equipamento que utilizou, mas não encontrou. O dono da lanchonete afirmou que fechou a lanchonete após o acidente, mas voltou a funcionar na sexta (10).

Continua após a publicidade

Os alimentos foram apreendidos e serão encaminhados para o Instituto de Criminalística. A parte do dedo encontrada foi levada para o Instituto de Medicina Legal.

Publicidade