Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Condomínio em Valinhos coloca faixa em repúdio à discriminação

Motoboys fizeram uma manifestação pacífica no sábado (8) em frente do residencial no interior de São Paulo

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 10 ago 2020, 15h17 - Publicado em 10 ago 2020, 15h15

O episódio de preconceito sofrido pelo motoboy Matheus Pires fez com que a direção do condomínio em Valinhos, no interior de São Paulo, onde a agressão ocorreu, colocasse na entrada do local uma faixa de repúdio ao ato praticado por um de seus moradores.

Na faixa, a administração do lugar informa: “O condomínio Vila Bela Vista vem a público repudiar o ato de discriminação ocorrido em sua área comum. Neste ato, informamos que o corpo diretivo e seus moradores não compactuam com a atitude do cidadão em questão.”

No sábado (8), motoboys fizeram uma manifestação pacífica em frente ao condomínio. Uma viatura da PM também tem monitorado a área devido a outras reações mais incisivas ao caso.

Faixa em repúdio à discriminação sofrida pelo motoboy Matheus Pires: atitude do condomínio veio depois da repercussão do caso Reprodução/EPTV/Veja SP
  •  

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade