Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Cafu fala pela primeira vez após a morte do filho de 30 anos

Danilo Feliciano sofreu um enfarte enquanto jogava bola na casa da família, em Barueri

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 6 set 2019, 17h45 - Publicado em 6 set 2019, 17h34

O ex-jogador de futebol Cafu postou um texto de agradecimento às manifestações de carinho que recebeu após a morte de seu filho, Danilo Feliciano, de 30 anos. O rapaz jogava futebol na casa da família, em Barueri, quando sofreu um enfarte, nesta quarta (3). Chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Cafu escreveu que as mensagens que tem recebido fazem “toda diferença” em sua recuperação após o ocorrido. “Que todos continuem orando por nós”, publicou. Ele finaliza dizendo que os apoios que recebeu “fortalecem a família”.

Personalidades, a exemplo do chef Henrique Fogaça, o jogador de futebol português Luís Figo, o funkeiro Mc Gui e Jaqueline, bicampeã olímpica de vôlei, prestaram condolências.

Veja a publicação:

View this post on Instagram

Eu e minha família gostaríamos de agradecer o apoio de todos! Obrigado por cada mensagem, pela preocupação, e por todo carinho de vocês! Estou lendo todas as mensagens, mas infelizmente não vou conseguir responder a todos! Mas esse apoio de vocês faz toda diferença na minha recuperação e de toda minha família. Que todos continuem orando por nós 🙏🏻🌟🖤 O apoio de vocês nos fortalece!

A post shared by Cafu (@cafu2) on

  • Continua após a publicidade
    Publicidade