Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Bruno Covas ficará de licença por dez dias após radioterapia

Ricardo Nunes assume a gestão durante o período

Por Redação VEJA São Paulo 18 jan 2021, 19h53

O prefeito passou nesta segunda-feira (18) por uma sessão de radioterapia. Bruno Covas (PSDB), diagnosticado com câncer na região entre o estômago e o esôfago em 2019, faz tratamento contra a doença no Hospital Sírio Libanês.

O tucano ficará afastado da prefeitura pelos próximos dez dias por recomendação médica. O prefeito divulgou nas redes sociais o boletim médico que mostra o pedido de afastamento para repouso e cuidados pessoais. “Foram 24 sessões diárias de radioterapia. Agora, por recomendação médica, tenho que me afastar do trabalho”, escreveu Covas.

Quem assume a gestão durante o período é o vice, Ricardo Nunes (MDB). “Estarei à disposição dele se necessário, sexta que vem retorno à prefeitura”, escreveu Covas. Depois da licença o prefeito deve continuar o tratamento com imunoterapia.

Publicidade