Clique e assine por apenas 6,90/mês

Bandidos devolvem medalha do Pan de jogadora da seleção brasileira

Criminosos deixaram a peça debaixo do portão de vizinha da família; Tamires Britto foi abordada por criminosos em Santo André, na última sexta (31)

Por Veja São Paulo - Atualizado em 1 Jun 2017, 16h42 - Publicado em 2 Aug 2015, 14h37

A medalha de ouro do Panamericano de Toronto da jogadora de futebol da seleção brasileira Tamires Britto, que havia sido roubada na última sexta-feira (31), foi devolvida pelos ladrões. Os bandidos colocaram a peça debaixo do portão de um salão de beleza, ao lado da casa da sogra da atleta, neste sábado (1).

“Tem uns arranhões, acredito que eles tenham riscado para checar se era ouro maciço ou não”, disse Tamires em entrevista a VEJA SÃO PAULO. “Posso fazer outros documentos, comprar um novo celular, mas não a medalha do Pan”.

seleção feminina
seleção feminina

A medalha não é composta de ouro em sua totalidade. No Pan de Toronto, elas foram produzidas com materiais vindos de três países: Chile (que forneceu cobre), República Dominicana (prata) e Canadá (ouro).

Na composição, o metal dourado está em menor quantidade, já que a maior parte da peça é fabricada de prata maciça e cobre. Mesmo assim, ela pode valer 600 dólares (cerca de 2 000 reais) no mercado internacional.

Em dia de jogo, motoristas estacionam em calçada da Avenida Sumaré

Tamires foi abordada por dois criminosos na última sexta (31) na porta da casa da sogra, em Santo André. Eles levaram o carro da família, que já foi encontrado pela polícia, a bolsa da jogadora, as alianças dela e do marido, além do relógio do irmão.

+ Confira as últimas notícias

Publicidade